Sergio Ramos surpreende e quer que Messi fique no Barcelona: ‘Gostamos de vencer os melhores’

“Leo (Messi) deixa o Campeonato Espanhol e a sua equipe melhores, deixa os clássicos mais bonitos”, disse o capitão do Real Madrid

  • Por Jovem Pan
  • 02/09/2020 16h23
EFESergio Ramos não quer que Lionel Messi deixe o Barcelona

Um dos maiores rivais da carreira de Lionel Messi, o zagueiro Sergio Ramos, do Real Madrid, revelou nesta quarta-feira, 02, que deseja que o craque argentino continue no Barcelona, mas ressaltou que o atacante tem o direito de decidir o que é melhor para a própria carreira. “Messi conquistou o respeito de decidir o seu futuro. Não sei se está fazendo da melhor maneira para o futebol espanhol, para o Barcelona e para nós que gostamos de vencer os melhores. Nós gostaríamos que ele continuasse (na Espanha)”, declarou o defensor, que está a serviço da seleção espanhola em Stuttgart, onde enfrentará a Alemanha na próxima quinta, 03, pela Liga das Nações.

Acostumado a enfrentar Messi há 15 anos nos clássicos entre Real e Barça, Sergio Ramos acredita que a saída do camisa 10, que negocia uma saída do clube blaugrana, prejudicaria o espetáculo na Espanha. “Leo (Messi) deixa o Campeonato Espanhol e a sua equipe melhores, deixa os clássicos mais bonitos. Todo mundo gosta de vencer enfrentando os melhores, e ele é um dos melhores do mundo. Ele ganhou o direito de escolher o seu futuro, mas vamos ver o que acontece. Para nós, é uma notícia preocupante”, admitiu.

Sergio Ramos preferiu falar pouco sobre o próprio futuro. Com contrato com o Real até junho do ano que vem, o capitão do atual campeão espanhol admitiu que ainda não houve conversas sobre renovação. “É um tema no qual ainda não tocamos, mas isso do futuro não me preocupa. Estou no Real Madrid há muitos anos e nunca pensei em sair da equipe, é onde eu sempre quis estar. Se tivermos que chegar a um acordo, não haverá qualquer problema, mas agora estou focado em jogar e fazer uma boa temporada tanto pelo clube quanto pela seleção”, afirmou.

*Com informações da Agência EFE