Thomas Müller, do Bayern de Munique, é acusado de maus-tratos a animais na Alemanha

Tudo começou quando D’Avie, um dos cavalos mais importantes do alemão, sofreu uma lesão antes de uma cerimônia de reprodução

  • Por Jovem Pan
  • 15/02/2022 17h32
MICHAELA REHLE / AFP Thomas Muller durante treinamento do Bayern de Munique Thomas Muller durante treinamento do Bayern de Munique

Campeão do mundo com a Alemanha e estrela do Bayern de Munique há uma década, o meia-atacante Thomas Müller está sendo o pivô de uma grande polêmica. Tanto o jogador quanto sua esposa, Lisa Müller, estão sendo acusados de praticar maus-tratos aos animais, de acordo com uma matéria do jornal “The Sun”, publicada nesta terça-feira, 15. A denúncia foi feita pela organização alemã PETA (Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais), que acusa o casal por supostamente forçar seus cavalos a terem relações sexuais não naturais – a prática é utilizada para obter mais sêmen do animal, produto valorizado no mercado.

Tudo começou quando D’Avie, um dos cavalos mais importantes de Müller, sofreu uma lesão antes de uma cerimônia de reprodução. “Infelizmente, não temos boas notícias. D’Avie não estará disponível próximos meses. Durante uma primeira tentativa de teste para se preparar para a época de reprodução, D’Avie escorregou e caiu dramaticamente de lado. Ele sofreu uma lesão no casco e precisará descansar nos próximos meses”, informou o perfil do haras do jogador do Bayern de Munique, nas redes sociais. Apesar disso, a PETA afirma que esse tipo de lesão ocorre após a prática excessiva de sexo. “É horrível que os amantes de cavalos forcem seus animais a praticar atos sexuais para tirar vantagem disso. Os ferimentos sofridos por D’Avie, sob a supervisão de Lisa e Thomas Müller, eram evitáveis e desnecessários”, diz a organização.