Torcedores do Barcelona protestam no Camp Nou contra saída de Messi

Presidente do clube, Josep Maria Bartomeu, é o principal alvo das críticas

  • Por Jovem Pan
  • 25/08/2020 18h53 - Atualizado em 25/08/2020 18h55
EFE/Alejandro GarcíaTorcida pendura faixas contra a gestão de Bartomeu

A provável saída de Lionel Messi do Barcelona, que tomou as manchetes de jornais de todo o mundo nesta terça-feira, irritou uma parcela da torcida do time catalão. Nesta terça-feira, um grupo se reuniu em frente ao estádio Camp Nou para uma manifestação contra a transferência do ídolo argentino. Eles pediam a permanência do craque e a saída do presidente Josep Maria Bartomeu.

Enquanto a manifestação acontecia, a diretoria do Barcelona estava reunida para tratar da renovação que deverá ser feita no elenco. Além de Messi, Suárez também deve deixar a equipe catalã. Melhor amigo do argentino, o jogador uruguaio foi informado de que não está nos planos do técnico Ronald Koeman.

Há 20 anos no Barcelona, Messi pretende usar da cláusula de seu contrato que o permite sair de graça após o término de cada temporada. Neste ano, em razão da pandemia da covid-19, o prazo foi prorrogado até o fim de agosto, quando terminaram as competições europeias. Segundo os principais jornais espanhóis e argentinos, o craque havia enviado uma mensagem especial à direção do clube, o “burofax”, que é um recurso utilizado na Espanha para o envio de documentos urgentes pelo correio, comunicando que deseja se transferir.

O jogador não faz declarações públicas desde a derrota por 8 a 2 para o Bayern de Munique, nas quartas de final da Liga dos Campeões. Por outro lado, o presidente do barça, Josep Maria Bartomeu, já manifestou a vontade de contar com a presença do argentino para a próxima temporada. De acordo com o mandatário, Messi só poderá deixar o clube catalão se alguma equipe pagar sua multa rescisória, avaliada em 800 milhões de euros, R$ 4,6 bilhões na cotação atual.

* Com Estadão Conteúdo