Grêmio demite o treinador Vagner Mancini

Mesmo invicto no Campeonato Gaúcho, o técnico não resistiu às vaias dos torcedores, que cobraram um futebol mais vistoso após o empate com o Juventude por 1 a 1

  • Por Jovem Pan
  • 14/02/2022 14h52 - Atualizado em 14/02/2022 14h56
ETTORE CHIEREGUINI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO Vagner Mancini durante partida entre Corinthians e Grêmio Vagner Mancini foi demitido pela diretoria do Corinthians

O Grêmio decidiu demitir o técnico Vagner Mancini, nesta segunda-feira, 14. Mesmo invicto no Campeonato Gaúcho, o treinador não resistiu às vaias dos torcedores, que cobraram um futebol mais vistoso após o empate com o Juventude por 1 a 1, na noite de ontem. Em comunicado, a diretoria gremista confirmou que Regis Angelis (auxiliar), Claudio Andrade (analista de desempenho) e Lucas Itaberaba (preparador físico) também deixam o Tricolor. “O clube agradece ao profissional pela sua dedicação em sua segunda passagem no comando da equipe e deseja êxito na continuidade da carreira como treinador”, diz a nota.

A gota d’água com o treinador foi o pedido de paciência para a torcida após o time sofrer para empatar com o ameaçado Juventude, na Arena Grêmio, e pelo fato de ele deixar vitórias em segundo plano. “Existe uma filosofia de trabalho qual eu sigo sem negociá-la: o importante não é ganhar, é evitar perder ou empatar, com essa máxima obtive os melhores resultados na minha carreira”, disse o treinador após a igualdade frase que acabou não caindo bem no clube, ainda mais com uma Série B pela frente na qual são necessários muitos triunfos para o acesso.

“Cheguei à conclusão, com o presidente, que o momento é de mudança. E vamos mudar já. O ambiente externo fez com que nós tomássemos essa decisão”, disse o vice-presidente Denis Abrahão, em entrevista à Rádio Gaúcha. Contratado em outubro de 2021 para tentar tirar o Grêmio da zona de rebaixamento, Vagner Mancini até fez o time gaúcho melhorar no começo do seu trabalho, conseguindo vitórias e falando em colocar a equipe na Copa Libertadores da Américas. Nas últimas partidas, porém, o Tricolor perdeu potência e acabou sendo rebaixado pela terceira vez em sua história, já na última rodada do Brasileiro. O técnico, assim, encerra sua segunda passagem pelo time de Porto Alegre.