Marta marca dois na goleada do Brasil sobre a Jamaica em amistoso de preparação para os Jogos de Paris-24

 Na terça-feira (4) a seleção brasileira volta a fazer novo amistoso contra as jamaicanas na Arena Fonte Nova, em Salvador

  • Por Jovem Pan
  • 01/06/2024 21h11
CHICO PEIXOTO/DIA ESPORTIVO/ESTADÃO CONTEÚDO marta Jogadora Marta, do Brasil, durante a partida preparatória para as Olimpíadas

Com dois gols de Marta, o Brasil goleou a Jamaica por 4 a 0, neste sábado (1), na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE), em amistoso preparatório para os Jogos Olímpicos de Paris. Adriana e Swaby (contra) completaram o placar. Na terça-feira (4) a seleção brasileira volta a fazer novo amistoso contra as jamaicanas na Arena Fonte Nova, em Salvador. O time brasileiro, que foi eliminado justamente pela Jamaica na última Olimpíada, está no Grupo C ao lado da Espanha (atual campeã mundial), Nigéria e Japão. Aos 38 anos, Marta começou como titular e atuou o tempo inteiro e premiou os mais de 27 mil torcedores presentes no estádio ao marcar um belo gol no final da partida.

cta_logo_jp
Siga o canal da Jovem Pan Esportes e receba as principais notícias no seu WhatsApp!

Com o Brasil fazendo marcação sob pressão e com uma linha de quatro na defesa, a equipe jamaicana teve problemas para trocar três passes seguidos. Com três jogadoras do Corinthians (Duda Sampaio, Yayá e Tamires) e mais Adriana, que hoje está no Orlando Pride (EUA) mas que também atuou no clube paulista sob o comando do técnico Arthur Elias, o entrosamento se mostrou uma das armas do time nacional. O Brasil foi ágil também ofensivamente com Ludmila à direita, Marta pelo meio e Adriana à esquerda. Ao 19 minutos, a goleira jamaicana Spencer fez a sua primeira defesa em um chute de longe de Antonia.  Aos 26, Yayá roubou a bola na entrada da área e a bola ficou com Adriana, que chutou da meia-lua e superou a goleira Spencer.

O segundo gol foi questão de tempo. Doze minutos depois, Cristiane encontrou Ludmila no meio da grande área e após bate e rebate, a bola bateu na perna da zagueira Swaby e entrou. O segundo tempo não foi muito diferente do primeiro. Nos primeiros cinco minutos Adriana criou duas boas chances. A primeira em jogada individual, mas que parou na goleira Spencer. Depois, a atacante acertou um belo chute de fora da área e acertou o travessão. Aos 9, Tamires acertou um belo cruzamento da esquerda e encontrou Yayá subir sozinha na pequena área e marcar de cabeça. Mas a arbitragem marcou falta.

A anulação do gol não desanimou as brasileiras. O domínio só aumentou e era visível que o terceiro gol estava mais perto do que o primeiro da Jamaica. Aos 19, Rafaele lançou Marta, que entrou com a bola na pequena na área e só teve o trabalho de tirar da goleira. Só depois dos 3 a 0 é que o técnico Arthur Elias fez as primeiras substituições. Saíram Yayá, Ludmila e Cristiane e entraram Ana Vitória, Debinha e Gabi Nunes, respectivamente. As alterações não diminuíram o ritmo do Brasil. E a goleira Lorena continuou sendo praticamente mais uma torcedora. Aos 45, Marta deu uma pedalada em Sampson na meia-lua, entrou na área e, de pé esquerdo, acertou um chute cruzado no ângulo esquerdo do gol jamaicano.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.