Eliminatórias: Neymar sente dores e desfalca Brasil contra a Argentina

De acordo com a entidade, o atacante sentiu dores na região do adutor da coxa esquerda no treino realizado na Academia de Futebol do Palmeiras, nesta segunda-feira, 15

  • Por Jovem Pan
  • 15/11/2021 17h21 - Atualizado em 15/11/2021 17h32
EFE/Ricardo MaldonadoNeymar em ação durante partida do Brasil contra a Colômbia

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) informou, nesta segunda-feira, 15, que Neymar não viajará para San Juan, onde a seleção brasileira enfrenta a Argentina, na noite desta terça-feira, em jogo válido pela 14ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2022. De acordo com a entidade, o atacante sentiu dores na região do adutor da coxa esquerda no treino realizado na Academia de Futebol do Palmeiras, em São Paulo, e, como não poderá realizar exames em tempo hábil, será preservado.

Desta forma, Tite terá um problema de última hora para o tradicional clássico. Como opções para substituir Neymar, o treinador tem à disposição o meia-atacante Philippe Coutinho, Vinicius Júnior e Antony. Assim, a provável Canarinho para o jogo tem: Alisson, Danilo, Éder Militão, Marquinhos e Alex Sandro; Fabinho, Fred e Lucas Paquetá; Raphinha, Matheus Cunha e Vini Júnior (Coutinho). Líder da competição, o Brasil já está classificado para o Mundial do Catar e defende a invencibilidade do torneio.

Confira a nota da CBF na íntegra:

Após o treino realizado na Academia de Futebol do Palmeiras na manhã desta segunda-feira (15), o atleta Neymar Jr. queixou-se de dores na região do adutor da coxa esquerda.

Neymar Jr. relatou insegurança com a situação e por não haver tempo hábil para a realização de exames complementares, a comissão técnica optou por preservar o jogador, que não viajará com a delegação da Seleção Brasileira para San Juan, local do jogo desta terça-feira (16) contra a Argentina.