Abel Ferreira se impressiona com Dudu e vê Palmeiras superior ao São Paulo no Morumbi

‘Se tivesse um vencedor, teria de ser o Palmeiras por tudo que fez nos 90 minutos’, disse o português após o Choque-Rei válido pela rodada de ida das quartas de final da Libertadores

  • Por Jovem Pan
  • 11/08/2021 11h37 - Atualizado em 11/08/2021 16h39
Foto: MARCO GALVãO/ZIMEL PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Abel Ferreira comandando o Palmeiras diante do São Paulo no Morumbi

Abel Ferreira ficou satisfeito com o rendimento do Palmeiras no empate diante do São Paulo, no Morumbi, na última terça-feira, 10, no Morumbi, pelas quartas de final da Copa Libertadores da América. Em entrevista coletiva após o 1 a 1, o técnico palmeirense destacou, em especial, o atacante Dudu, que ainda está se adaptando após passar um ano emprestado ao Al Duhail, do Catar. De acordo com o português, a força física do jogador foi o que mais o impressionou. “Está cada vez mais adaptado à nossa forma de trabalhar e à nossa exigência coletiva. O que mais me impressionou foi sua capacidade física, aquilo que ele pode dar com e sem bola. Mostrou que também consegue ter comportamentos coletivos defensivos”, disse o comandante.

Com o resultado, o Palmeiras garante a classificação para a semifinal com um empate em 0 a 0 no jogo de volta, que está marcado para terça-feira, 17, no Allianz Parque. Ainda assim, segundo Abel Ferreira, o placar poderia ter sido ainda melhor para o Alviverde. “Conseguimos ter bola, conseguimos desmontar muitas vezes nosso adversário. Na primeira parte, o Palmeiras criou para ir ao intervalo com outro resultado. E na segunda parte, na minha opinião — e só minha opinião — sofremos um gol contra a corrente do jogo. Nosso adversário também tem qualidade, organização, trabalhou para fazer gols e minha equipe teve uma capacidade mental muito forte. Mantivemos a calma, o foco nas nossas tarefas depois do gol contra a corrente e fomos capazes de continuar a impor nosso jogo e fazer o gol do empate com nossa justiça. Se tivesse um vencedor, teria de ser o Palmeiras por tudo que fez nos 90 minutos”, analisou.