Marcos questiona critério da arbitragem no Dérbi: ‘Certeza que era o Andrés no VAR’

De acordo com o ex-goleiro do Alviverde, em lance envolvendo o atacante Jô e o zagueiro Gustavo Gómez, o juiz Raphael Claus não adotou o mesmo critério da partida entre o Alvinegro e o Mirassol

  • Por Jovem Pan
  • 06/08/2020 10h22
Reprodução/TV GloboCorinthians e Palmeiras fizeram jogo morno na final do Paulistão

Ídolo da torcida palmeirense, Marcos foi às redes sociais para reclamar da arbitragem no empate sem gols entre Corinthians e Palmeiras, na última quarta-feira, 5, em confronto válido pela primeira final do Campeonato Paulista. De acordo com o ex-goleiro do Alviverde, em lance envolvendo o atacante Jô e o zagueiro Gustavo Gómez, o juiz Raphael Claus não adotou o mesmo critério da partida entre o Alvinegro e o Mirassol. Na legenda da foto, o pentacampeão do mundo com a seleção brasileira ainda disse: “Nem falo nada, veja ibagens, diria Datena, certeza que era o Andrés [presidente do Alvinegro] no VAR.”

No comando do jogo da última quarta-feira, 5, o árbitro Raphael Claus considerou que a entrada dura do centroavante Jô no zagueiro Gustavo Gómez foi digna de cartão amarelo – o VAR manteve a decisão. Já na partida entre Corinthians x Mirassol, no último domingo (2), realizado pela semifinal do Paulistão, Claus estava no VAR e chamou atenção do juiz da partida após falta parecida de Juninho em Carlos Augusto, do Timão. Após a consulta, o time do interior ficou com um jogador a menos.

Em outra publicação, Marcos também brincou: “Jogo feio da pega, ao menos foi brigado. Ah, se o Jô jogasse no Mirassol, hein?”, escreveu o antigo arqueiro do Palmeiras. Ainda assim, ele reconheceu que o time treinado por Vanderlei Luxemburgo não rendeu o esperado. “Não to reclamando, não. Como vamos ganhar sem dar um chute no gol? Vamos pro sábado! Obrigado, Weverton”, comentou Marcos, que agradeceu o atual goleiro do Verdão pelas importantes intervenções.

Palmeiras e Corinthians fazem a partida derradeira do Paulistão no próximo sábado (8), no Allianz Parque, a partir das 16h30 (de Brasília). Quem vencer, fatura o título do Estadual. O empate leva a disputa para as penalidades.