Palmeiras e Federação Paulista de Futebol usam aniversário para se reaproximar

  • Por Jovem Pan
  • 27/08/2019 09h58
Divulgação Maurício Galiotte é presidente do Palmeiras desde janeiro de 2017
O Palmeiras e a Federação Paulista de Futebol (FPF) ensaiam uma reaproximação após o rompimento de relações no ano passado. Na festa de aniversário de 105 anos do clube, na noite desta segunda-feira, em São Paulo, a cúpula da entidade estadual esteve presente e prestigiou o evento mais de um ano depois de a final do Campeonato Paulista de 2018 decretar um grave afastamento entre as partes.

O presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos, e o presidente do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-SP), Antônio Olim, participaram da festa do Palmeiras. Foi a primeira presença de dirigentes da entidade estadual em um evento promovido pelo clube desde a briga em abril do ano passado. O Palmeiras reclamou de uma possível interferência externa na final do Paulistão contra o Corinthians, se declarou rompido com a FPF e tentou anular a partida.

“O Palmeiras como instituição convida os demais clubes, vários estão aí. Isso é um respeito para conosco. É importante e agradecemos profundamente a presença de outros presidentes. Convidamos também todas as entidades que participam do futebol. É um momento do Palmeiras”, afirmou o presidente do Palmeiras, Mauricio Galiotte, ao comentar a presença de dirigentes da FPF.

A rusga entre ambos teve início em abril do ano passado. Na ocasião, Galiotte chamou o Estadual de “Paulistinha”. O clube também parou de enviar representantes a reuniões ou eventos promovidos pela FPF. Na festa de aniversário da equipe no ano passado, a entidade estadual não teve representantes convidados. O clima hostil entre ambos continuou nos primeiros meses desta temporada, com direito aos perfis das duas instituições trocarem farpas nas redes sociais sobre um lance do jogo entre Palmeiras e Novorizontino.

A festa do Palmeiras teve ainda a presença de presidentes de outros clubes. José Carlos Peres, do Santos, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, do São Paulo, Alexandre Campelo, do Vasco, e Guilherme Bellintani, do Bahia, prestigiaram o evento. Dirigentes da CBF como o presidente, Carlos Caboclo, o coordenador de seleções de base, Branco, e o coordenador de seleções, Juninho Paulista, também participaram.

* Com informações do Estadão Conteúdo