Palmeiras e Red Bull Bragantino rescindem com Renan por justa causa 

Após atropelar e matar um homem de 38 anos, o zagueiro está respondendo em liberdade por homicídio culposo

  • Por Jovem Pan
  • 02/08/2022 15h10 - Atualizado em 02/08/2022 15h27
Reprodução/Instagram/@renanvictor_04 Renan comemorando gol com a camisa do Red Bull Bragantino Renan teve o contrato rescindido por Red Bull Bragantino e Palmeiras

Palmeiras e Red Bull Bragantino rescindiram por justa causa seus respectivos contratos com o zagueiro Renan, que matou o motociclista Eliezer Pena, de 38 anos, atropelado, há dez dias, e está respondendo em liberdade por homicídio culposo – o jogador de 20 anos estava conduzindo seu veículo sob influência de álcool e não tinha licença para dirigir. Revelado nas categorias de base do Verdão, o defensor fez parte do grupo vencedor do bicampeonato da Libertadores (2020 e 2021), além das conquistas da Copa do Brasil (2020), Paulistão (2022) e Recopa Sul-Americana (2022). Apesar disso, o atleta perdeu espaço na equipe comandada por Abel Ferreira e foi cedido por empréstimo ao Massa Bruta em abril deste ano. Sem vínculo com qualquer agremiação, Renan deverá comparecer em todos os atos do processo. Além disso, a Justiça o proibiu de frequentar bares e casas de shows, além de ter que entregar seu passaporte à Polícia Federal.