Palmeiras leva gol ‘à lá Ronaldinho’ e segue sem vencer time de Série A em 2020

O Verdão jogou mal de novo e apenas empatou por 1 a 1 com um Goiás extremamente desfalcado no Allianz Parque

  • Por Jovem Pan
  • 15/08/2020 23h25 - Atualizado em 19/08/2020 11h41
Ricardo Moreira/Estadão ConteúdoO Palmeiras ficou no 1 a 1 com o Goiás no Allianz Parque

O roteiro não mudou: o Palmeiras voltou a apresentar um futebol pobre e apenas empatou por 1 a 1 com um “remendado” Goiás neste sábado, 15, no Allianz Parque, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Diante de uma equipe com 17 desfalques – grande parte deles por causa da Covid-19 –, o time comandado por Vanderlei Luxemburgo penou para criar jogadas e, apesar de ter saído na frente com Gustavo Gómez no início, sofreu a igualdade após linda cobrança de falta de Rafael Vaz, por baixo da barreira, ao melhor estilo Ronaldinho Gaúcho, ainda no primeiro tempo. O Verdão segue sem vencer times da Série A em 2020 – além dos tropeços contra Fluminense e Goiás pelo Brasileirão, perdeu para Red Bull Bragantino e Corinthians e empatou com Santos, São Paulo e duas vezes com o Timão no Campeonato Paulista.

Ainda com um jogo por fazer, da primeira rodada, diante do Vasco, dentro de casa, o Palmeiras chegou aos dois pontos e ocupa a 11ª colocação da competição nacional. Já o Goiás, que também só entrou em campo duas vezes até o momento, tem um ponto e é o 16º. As duas equipes voltam a campo na próxima quarta-feira. Às 19h30 (de Brasília), o time paulista encara o Athletico-PR, na Arena da Baixada, enquanto, às 20h30, os esmeraldinos recebem o Fortaleza, no Serrinha.

O Palmeiras começou o jogo em cima do Goiás. Gabriel Menino arriscou chute perigoso logo no primeiro minuto e, aos 17, deu assistência para Gustavo Gómez abrir o placar. O jovem cobrou escanteio na cabeça do zagueiro paraguaio, que “se redimiu” do pênalti cometido sobre Jô no último minuto da final do Campeonato Paulista e venceu o goleiro Marcelo Rangel. No entanto, quando se esperava que o gol facilitaria as coisas para o Verdão, o oposto aconteceu: a equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo passou a errar muitos passes e viu o Goiás crescer na partida. O castigo veio aos 39min, e com requintes de crueldade. Ao melhor estilo Ronaldinho Gaúcho, Rafael Vaz aproveitou o pulo da barreira e acertou uma linda cobrança de falta rasteira no canto esquerdo do goleiro Weverton, que pouco pôde fazer. A torcida palmeirense reclama que a falta que originou o gol não aconteceu.

No início do segundo tempo, o time da casa se lançou mais ao ataque. Luiz Adriano chutou para fora após receber cara a cara com Marcelo Rangel aos 2min, e o Goiás passou a incomodar menos. Por outro lado, a equipe esmeraldina se defendia bem e, apesar de ter menos posse de bola, também era pouco ameaçada. Buscando mais efetividade, Luxemburgo sacou Ramires, Viña e Willian para as entradas de Lucas Lima, Diogo Barbosa e Rony, respectivamente. O Palmeiras não melhorou, e, então, o treinador trocou Gabriel Menino e Zé Rafael por Bruno Henrique e Wesley. Mais uma vez, não deu certo. O 1 a 1 foi o placar final, e, definitivamente, nenhum time merecia mais do que isso.