Palmeiras vence o Grêmio de novo e conquista o tetra da Copa do Brasil 

Com o resultado, o Verdão encerra a temporada 2020 com três títulos, já que o time faturou o Campeonato Paulista e a Libertadores da América no ano passado

  • Por Jovem Pan
  • 07/03/2021 19h49 - Atualizado em 07/03/2021 19h51
Foto: VAN CAMPOS/WPP/ESTADÃO CONTEÚDOWesley comemora gol em Palmeiras x Grêmio pela final da Copa do Brasil

O Palmeiras conquistou a Copa do Brasil ao vencer o Grêmio por 2 a 0, no Allianz Parque, em São Paulo, na noite deste domingo, 7. Wesley  e Gabriel Menino, ambos no segundo tempo, marcaram para o Alviverde, que já havia batido o Tricolor gaúcho por 1 a 0, na semana passada, em Porto Alegre. Com o resultado, o Verdão encerra a temporada 2020 com três títulos, já que o time faturou o Campeonato Paulista e a Libertadores da América no ano passado. Além disso, os paulistas emplacam a sua quarta taça da Copa do Brasil – o clube também levou as edições de 1998, 2012 e 2015.

O primeiro tempo no Allianz Parque começou agitado e equilibrado, com as duas equipes demonstrando objetividade. Logo nos minutos iniciais, o Grêmio quase tirou o zero do placar com Pepê, que ficou a centímetros de empurrar a bola para as redes. Precisando reverter a desvantagem da partida de ida, o Tricolor subindo a marcação e acabou deixando espaços em suas linhas defensivas. O Palmeiras, então, em uma descida, até chegou a marcar com Raphael Veiga, mas o impedimento foi marcado pelo árbitro e confirmado pelo VAR. Aos poucos, entretanto, o Verdão foi tomando conta do duelo, ganhando mais duelos no meio-campo e assustando. Veiga e Zé Rafael fizeram Paulo Victor trabalhar, enquanto Wesley arrematou ao lado da meta. No fim, os mandantes desceram para o intervalo com mais finalizações: 9 a 5.

No retorno do vestiário, o Palmeiras voltou com o mesmo ímpeto, com Raphael Veiga obrigando Paulo Victor fazer intervenção tranquila. Aos 7, a superioridade foi transformada em gol: em contra-ataque rápido, Veiga acionou Wesley, que dominou, ajeitou e bateu no canto direito do goleiro gremista. Partindo para o tudo ou nada, Renato Gaúcho promoveu as entradas de Ferreirinha, Jean Pyerre, Guilherme Azevedo, Victor Ferraz e Churín, mas a equipe gaúcha pouco conseguiu incomodar a sólida defesa palmeirense e ainda sofreu o segundo. Aos 39, Willian recebeu em contragolpe e passou para Gabriel Menino bater por baixo do goleiro e liquidar o campeonato.