Saiba quais são os adversários do Palmeiras no Mundial de Clubes e quando o torneio vai começar

Vice-campeão mundial em 2012, quando perdeu para o Corinthians, o Chelsea pode entrar no caminho de outro brasileiro; chaveamento será definido nesta segunda-feira

  • Por Jovem Pan
  • 28/11/2021 12h25 - Atualizado em 28/11/2021 12h45
Facundo Arrizabalaga/EPA/EFEO zagueiro Thiago Silva é um dos destaques do Chelsea, favorito ao título do Mundial ao lado do Palmeiras

O título da Libertadores credenciou o Palmeiras à disputa do Mundial de Clubes, que está marcado para fevereiro, nos Emirados Árabes. De volta ao torneio após ser eliminado nas semifinais na edição passada, o Verdão terá o Chelsea, campeão da Liga dos Campeões da Europa, como maior empecilho na busca pelo inédito troféu. Também disputarão o torneio da Fifa o Al Hilal (campeão da Liga dos Campeões da Ásia), o Al Ahly (campeão da Liga dos Campeões da África), o Monterrey (campeão da Liga dos Campeões da Concacaf), o Auckland City (representante da Oceania) e o Al Jazira (representante do país-sede). O sorteio do chaveamento será realizado nesta segunda-feira, 29, às 13h (de Brasília).

Já está definido que Palmeiras e Chelsea só podem se enfrentar em uma eventual final. Ganhar dos ingleses também tem valor significativo porque os Azuis foram derrotados pelo Corinthians, maior rival do Verdão, no Mundial de 2012. Comandado por Tite, o Alvinegro bateu a equipe de Hazard, Oscar e Fernando Torres por 1 a 0 em Yokohama, no Japão. O gol corintiano foi anotado pelo peruano Paolo Guerrero. Outro possível adversário dos alviverdes, o egípcio Al Ahly também enfrentou o Timão na edição de nove anos atrás.

A equipe paulista tenta seu primeiro título do torneio da Fifa, embora se considere campeão do mundo por causa do título da Copa Rio de 1951, após vencer a Juventus, da Itália, na decisão. A entidade que organiza o futebol no planeta não lista o Verdão entre os vencedores, mas já parabenizou o clube paulista por ter sido “o primeiro campeão intercontinental” e emitiu uma nota dizendo que a competição realizada no Rio de Janeiro consagrou “primeiro campeão global do futebol”.