‘Sucessor’ de São Marcos, Weverton agradece Palmeiras e companheiros por volta à Seleção Brasileira

  • Por Jovem Pan
  • 28/02/2019 17h15 - Atualizado em 28/02/2019 17h19
César Greco/Agência Palmeiras/DivulgaçãoO goleiro Weverton é um dos destaques do Palmeiras na temporada

Campeão olímpico em 2016, Weverton está de volta à Seleção Brasileira. O goleiro alviverde foi chamado nesta quinta-feira (28) para os amistosos contra o Panamá e República Tcheca, que serão disputados em março, tornando-se o primeiro arqueiro do Palmeiras convocado desde Marcos, em 2004.

Em entrevista à TV Palmeiras, minutos após o anúncio da lista de convocados, o camisa 21 acredita que sua vinda ao clube paulista lhe ajudou a ser lembrado novamente pelo técnico Tite, por conta da visibilidade e estrutura oferecidas. Weverton chegou ao Verdão em 2018 e já disputou 42 jogos, tendo sofrido apenas 25 gols e conquistado o Campeonato Brasileiro.

“O Tite tinha me convocado antes da última Copa e sabia bem o quanto eu poderia ajudar. Mesmo não convocado, nunca deixei de trabalhar forte e tive paciência para esperar minha oportunidade até dentro do Palmeiras. O clube tem me proporcionado momentos maravilhosos na minha carreira e na minha vida”, afirmou o jogador de 31 anos.

“Foi uma manhã muito especial. Nunca escondi que estava dentro do meu projeto ao vir para o maior clube do Brasil. Quero agradecer aos meus companheiros, às pessoas que fazem parte do meu dia a dia e que me apoiam e me ajudam, à comissão técnica e a todos funcionários do clube”, completou Weverton.

O último jogador do Palmeiras convocado para a Seleção Brasileira havia sido o atacante Dudu, em março de 2017. Já o último goleiro fora Marcos, em 2004 – sem contar Fernando Prass, chamado para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016, mas que acabou cortado por contusão.

“O Palmeiras tem uma história tão bonita na questão dos goleiros e é uma responsabilidade grande para mim. Me sinto um privilegiado por vestir essa camisa. Todos nós temos boas recordações quando o assunto é goleiro palmeirense na Seleção. O Marcos foi o último convocado e foi campeão do mundo. Espero dar continuidade nesta história”, concluiu.