Paralisação em SP muda clássico no Paulistão e afeta até jogos da Copa do Brasil

A CBF também precisará fazer alterações em sua programação inicial após as medidas anunciadas por João Doria (PSDB), governador de São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 11/03/2021 14h41
Bê CAVIQUIOLI/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOPartida entre São Paulo e Palmeira pelo Paulistão 2020

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quinta-feira, 11, a suspensão do futebol e de atividades esportivas entre os dias 15 e 30 de março. Desta forma, as partidas marcadas para o próximo final de semana acontecerão normalmente, mas os jogos válidos pelas rodadas cinco, seis e sete do Paulistão serão alterados. Assim, o clássico envolvendo Palmeiras e São Paulo, agendado, inicialmente, para o dia 20, não será mais realizado nesta data. Em entrevista ao Grupo Jovem Pan, porém, o presidente do TJD-SP, Delegado Olim, afirmou que a FPF irá se reunir com os clubes para tentar realizar o Campeonato Paulista em outro Estado durante a fase mais restritiva adotada desde o início da pandemia.

Além das partidas do Paulistão, a Copa do Brasil, organizada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), também precisará fazer alterações em sua programação inicial com as medidas adotadas pelo governo de São Paulo. Isso porque o Marília deveria recebe o Criciúma (SC) no dia 17 de março, enquanto Mirassol x Bragantino também estava agendado para acontecer no interior do Estado. A CBF, agora, estuda se irá adiar os confrontos ou transferi-los para outra região. Pela Copa Libertadores da América, o Santos não terá esse problema. O Peixe enfrentou o Deportivo Lara na Vila Belmiro, última terça-feira, 9, e, agora, terá que viajar até a Venezuela para tentar a vaga para a terceira fase da competição continental.