Paulo Henrique Ganso é operado após ser diagnosticado com apendicite

Segundo o clube, o procedimento ocorreu bem e o meio-campista deverá ter alta nos próximos dias; no entanto, não foi

  • Por Jovem Pan
  • 09/01/2021 17h56
Paulo Sérgio/Estadão ConteúdoGanso desfalcará o Fluminense na próxima quarta-feira, 13, na partida contra o Corinthians

O Fluminense informou que o meio-campista Paulo Henrique Ganso sentiu dores abdominais na madrugada deste sábado, 9, e, após passar por avaliação, foi diagnosticado com um quadro de apendicite. O jogador foi submetido a uma cirurgia ainda neste sábado e, de acordo com o clube carioca em suas redes sociais, passa bem.”Informação: Na manhã deste sábado, o atleta Paulo Henrique Ganso foi submetido a uma cirurgia de urgência para tratamento de uma apendicite aguda. O procedimento correu bem e o jogador já está no quarto, passa bem e com previsão de alta para os próximos dias”, informou o Fluminense em seu Twitter. O clube deu mais detalhes sobre o quadro de Ganso e ainda não existe uma previsão de quando ele poderá voltar aos gramados. A recuperação, nesses casos, pode levar de uma semana até um mês. A tendência é de que o jogador fique fora por pelo menos duas semanas.

Certo é que Ganso não vai enfrentar o Corinthians na próxima quarta-feira, 13, às 21h30, na Neo Química Arena, em São Paulo, pelo encerramento da 29.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time tricolor vem de vitória no clássico sobre o Flamengo e ocupa o sétimo lugar, com 43 pontos. Ganso não é titular da equipe. Em 2020, ele foi relacionado para 39 dos 53 jogos do time tricolor, mas começou jogando em apenas quatro deles. Ao todo, ele entrou em campo em 32 partidas e marcou apenas um gol nesta temporada. Além do meio-campista, o técnico Marcão também não poderá contar com o atacante Felippe Cardoso, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Luiz Henrique ainda será observado para saber se tem condições de jogo, enquanto que o peruano Fernando Pacheco e o meia Nenê não devem ser problemas. O zagueiro Nino volta cumprir suspensão.

*Com informações do Estadão Conteúdo