Ronaldo rechaça status de ‘herói’ e explica como deverá administrar o Cruzeiro

O Fenômeno relembrou sua trajetória no clube que o revelou para o mundo do futebol e falou sobre a ‘dor’ de ver a Raposa disputando a Série B do Campeonato Brasileiro

  • Por Jovem Pan
  • 19/12/2021 18h19 - Atualizado em 19/12/2021 18h22
Reprodução/Cruzeiro Ronaldo é sócio majoritário do Cruzeiro Ronaldo é o sócio majoritário do Cruzeiro

Ronaldo surpreendeu o mundo ao anunciar que será o “dono” do Cruzeiro nos próximos anos, no último sábado, 18. Um dia depois, o Fenômeno relembrou sua trajetória no clube que o revelou para o mundo do futebol e falou sobre a “dor” de ver a Raposa disputando a Série B do Campeonato Brasileiro. “Há dois anos, vi esse time centenário pelo qual tenho extrema gratidão ser rebaixado pela primeira vez; vi a tristeza tomar conta de uma das maiores torcidas do país. Doeu em mim. E sinto ainda mais por saber que é sintoma do estado em que se encontra o futebol brasileiro, parado no tempo. O que seria daquele moleque de 16 anos sem a oportunidade de conquistar o mundo com a bola nos pés?”, introduziu, em texto publicado no Instagram.

Sócio majoritário do Cruzeiro, Ronaldo rechaçou o status de “herói”, deixando claro que não será fácil recuperar o clube, que soma quase R$ 1 bilhão em dívidas. Ainda assim, ele explicou como deverá administrar a Raposa. “Chegou a hora de voltar. É a minha vez de tentar abrir portas para o time. Não como herói. Não com super poderes para, sozinho, mudar a realidade. Mas com imensa responsabilidade. Com gestão inteligente e sustentável para um crescimento de médio e longo prazo. Com a lealdade de 9 milhões de apaixonados. Começamos agora um novo capítulo na história do clube. Volto porque acredito na volta do Cruzeiro! 💙 Volto pra ser parte da mudança do futebol brasileiro”, acrescentou o três vezes melhor do mundo.

Confira o texto na íntegra abaixo: