Diego Tardelli recebe a camisa 99 no Santos e relembra dispensa por roubar achocolatado

Agora experiente, o atacante espera deixar como lembrança no Alvinegro paulista muitos gols e títulos

  • Por Jovem Pan
  • 27/08/2021 14h32 - Atualizado em 27/08/2021 17h46
Reprodução/Santos FCDiego Tardelli durante entrevista coletiva no Santos

O atacante Diego Tardelli foi apresentado na tarde desta sexta-feira, 27, como novo reforço do Santos, no CT Rei Pelé, na Baixada Santista. Ao lado do presidente Andres Rueda, o centroavante recebeu a camisa 99 e concedeu coletiva de imprensa. Na conversa com os jornalistas, o jogador lembrou de sua passagem pela base do Peixe, abreviada por um caso inusitado. Então com 15 anos, ele acabou sendo dispensado por roubar um Toddynho na geladeira do refeitório do clube. Agora experiente, ele espera deixar como lembrança no Alvinegro paulista muitos gols e títulos. “É uma honra poder vestir essa camiseta. Como disse algumas semanas atrás, é um privilégio muito grande, muitos ídolos passaram por aqui. Eu poder dar continuidade na minha história que ficou para trás, que ficou mal resolvida. Chego muito motivado, feliz e espero honrar da melhor maneira possível, como fiz nos clubes em que passei. Fazer gols e ganhar títulos, o que sempre foi meu objetivo e eu ganhei muitos em minha carreira. Estou muito feliz e super empolgado”, disse em sua apresentação, antes de comentar sobre a dispensa.

“Em 2000 eu estava pronto para aquela geração de 2022, campeã brasileira. E por um descuido, uma brincadeira, coisa de criança de 15 anos, ocorreu esse episódio do achocolatado. Foi engraçado, mas infelizmente acabei sendo o maior prejudicado. Fiquei triste quando vi que a maioria que trabalhou comigo foi campeão. Quis o destino que eu voltasse para cá. Tive carinho muito grande, um respeito, foi meu primeiro clube. Espero realizar o sonho de ser campeão e deixar meu nome gravado no Santos”, completou Tardelli, que também falou sobre seu condicionamento físico. “Às vezes vejo as pessoas comentando que eu tenho muitas lesões. Mas é mentira. A única lesão que tive foi no tornozelo, uma ‘tragédia’. Não estava previsto, a gente nunca pensa que vai ter uma luxação no tornozelo, uma fíbula quebrada, não estava nos planos. E pelo tempo parado, tive uma lesão de posterior e só. O mais importante é estar me cuidando. Sei até onde posso ir e que posso render muito com esse meu corpo e preparação. Estou fazendo de tudo para entrar em forma o mais rápido possível. Tenho certeza que vai dar muito certo”, finalizou.