Santos repudia ameaças a Tardelli e promete punição: ‘São vândalos travestidos de torcedores’

A diretoria do Alvinegro praiano chamou os envolvidos no episódio de ‘bandidos’ e prometeu dar apoio para que as medidas legais sejam adotadas para o reconhecimento e a punição dos agressores

  • Por Jovem Pan
  • 15/09/2021 11h38 - Atualizado em 15/09/2021 19h43
Reprodução/Santos FCAndrés Rueda, presidente do Santos, ao lado de Diego Tardelli

O Santos emitiu uma nota oficial, na manhã desta quarta-feira, 15, condenando os ataques feitos por torcedores ao atacante Diego Tardelli – o jogador, após a eliminação do time na Copa do Brasil para o Athletico-PR, foi perseguido e ameaçado por cerca de dez santistas. No comunicado, a diretoria do Alvinegro praiano chamou os envolvidos no episódio de “bandidos” e prometeu dar apoio para que as medidas legais sejam adotadas para a punição dos agressores. “Sobre o episódio ocorrido durante a madrugada com o jogador Tardelli e com outros membros do elenco, com ameaças, perseguições, emboscadas e atos de depredação, o Santos FC repudia veementemente a atitude de vândalos travestidos de torcedores e ressalta que dará todo o apoio para que as medidas legais sejam adotadas para o reconhecimento e a punição dos agressores”, diz a nota do Santos. “O clube não reconhece essas pessoas como torcedores e sim como bandidos. A torcida tem o direito de protestar sobre os resultados, desde que de forma civilizada”, finaliza.