São Paulo faz segundo tempo perfeito, goleia o Santos e mantém invencibilidade no Paulista

Com o resultado, o Tricolor chega a sete pontos em três partidas e pula para a liderança do Grupo B; Peixe perde na estreia da Ariel Holan e segue sem vencer no Estadual

  • Por Jovem Pan
  • 06/03/2021 20h53 - Atualizado em 06/03/2021 21h00
Foto: ALE VIANNA/ISHOOT/ESTADÃO CONTEÚDODaniel Alves conduz a bola durante São Paulo x Santos

O São Paulo venceu o Santos por 4 a 0 na noite deste sábado, 6, no Morumbi, em confronto válido pela terceira rodada do Campeonato Paulista. Gabriel Sara, Luan Peres (contra), Pablo e Tchê Tchê, todos no segundo tempo, fizeram os gols da partida, que marcou o começo da era Ariel Holan no Alvinegro praiano. Com o resultado, o Tricolor mantém a invencibilidade no Paulistão, chegando a sete pontos em três partidas e pulando para a liderança do Grupo B. O Peixe, por sua vez, segue sem vencer no Estadual, permanecendo na terceira posição do Grupo D, com apenas dois pontos.

O anúncio da contratação de Miranda por parte de Julio Casares, presidente são-paulino, não foi o único fato importante nos minutos que precederam o clássico. A forte chuva que atingiu o Morumbi também impactou o duelo, que foi muito mais brigado no primeiro tempo do que jogado. Encharcado, o campo ficou pesado e ambas equipes tiveram muita dificuldade para criar lances perigosos. O Peixe, em jogada individual de Soteldo, foi o único que ameaçou – o chute do venezuelano parou no lado de fora da rede de Tiago Volpi. O Tricolor, por sua vez, só teve uma chance, com Igor Vinícius, que arriscou batida de fora da área, mas sem levar perigo à meta adversária.

O segundo tempo foi mais animado e favoreceu o São Paulo. Além de adotar uma postura mais ofensiva, com a entrada de Joao Rojas na vaga no zagueiro Arboleda, a equipe treinada por Hernán Crespo aproveitou o campo mais seco. Logo aos 4 minutos, Daniel Alves cobrou escanteio e Gabriel Sara apareceu livre para cabecear para as redes. Dois minutos depois, Rojas bateu por cima da meta, quase ampliando o placar. Estreante da noite, Holan tentou colocar o Santos mais para frente, promovendo as entradas de Gabriel Pirani e Marcos Leonardo. Quem melhorou, no entanto, foi o time da casa, que ampliou após Luciano carregar a bola, bater cruzado e contar com desvio de Luan Peres para ampliar. Logo na sequência, Igor Vinícius fez longo lançamento para Pablo, que percebeu o goleiro adiantado para fazer por cobertura. Já nos minutos finais, ainda deu tempo para Tchê Tchê, que acabara de entrar, acertar o ângulo de fora da área, transformando a vitória em goleada com um golaço.