Casares confirma convite a Kaká para gestão no São Paulo: ‘Ele irá nos ajudar’

Veja qual será a função do ex-jogador do Tricolor na gestão do presidente eleito

  • Por Jovem Pan
  • 18/12/2020 13h10 - Atualizado em 18/12/2020 16h08
Montagem sobre fotos/Reprodução/Rubens Chiri/São Paulo FC/Divulgação/ TwitterJulio Casares afirmou que conta com Kaká em sua gestão

Presidente eleito do São Paulo, Julio Casares afirmou nesta sexta-feira, 18, que o ex-atleta e ídolo Kaká voltará ao clube a partir do início do seu mandato, em 2021. De acordo com o futuro mandatário, o melhor jogador integrará um “grupo de inteligência” na gestão que começa efetivamente no primeiro dia de 2021, mas já está em andamento na fase de transição da saída de Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco. “Eu não tenho dúvidas de que o Kaká irá nos ajudar”, disse Casares, em entrevista ao canal BandSports. Casares explicou que o cargo entre Kaká e o clube não será remunerado. Segundo o presidente, este termino foi um pedido do próprio ex-jogador do São Paulo, que busca ser uma espécie de “estagiário” no clube. “Ele me disse: Julio, quero continuar aprendendo”, disse o dirigente, que avaliou que é desse tipo de ajuda que o São Paulo precisa. “Contamos com o Kaká, no tempo certo”, concluiu, sem dar mais detalhes.

O retorno de Kaká já era algo especulado na imprensa. Desde o fim de sua carreira, em 2017, Kaká dedica-se à capacitação para tornar-se dirigente. Ele já fez dois cursos de gestão esportiva. Um em 2019, na Fundação Getúlio Vargas e outro na Uefa, em 2020. Até o momento, o único membro do novo departamento de futebol do São Paulo é o ex-treinador Muricy Ramalho. Ele assumirá a coordenação de futebol.