Daniel Alves minimiza polêmica com o São Paulo e se coloca à disposição para enfrentar o Palmeiras

‘Deu trincada na relação com o clube? Não estou sabendo’, disse o lateral-direito, que criticou o Tricolor após a conquista do ouro nas Olimpíadas de Tóquio

  • Por Jovem Pan
  • 09/08/2021 11h10 - Atualizado em 09/08/2021 19h15
Pedro H. Tesch/Estadão Conteúdo Daniel Alves durante partida do São Paulo contra o Internacional Daniel Alves se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras

Daniel Alves desembarcou no aeroporto de Guarulhos na manhã desta segunda-feira, 9, com o restante da delegação brasileira que ganhou o ouro no futebol masculino dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Cercado por jornalistas, o lateral-direito minimizou a polêmica declaração dada após o título olímpico, quando disse que o Tricolor “falhou com ele”. Hoje, porém, ele mudou o tom e desconversou sobre o episódio. “Quando chegar agora, [vamos] colocar as ideias no lugar pra gente poder dar continuidade. Deu trincada [na relação com o clube]? Não estou sabendo. Não dei no meio de ninguém”, comentou o camisa 10 são-paulino.

Daniel Alves, além disso, negou qualquer problema com a torcida após a polêmica convocação para as Olimpíadas de Tóquio – durante a campanha, o jogador perdeu partidas importantes do São Paulo no Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores da América. “Não tem polêmica. Eu falei antes que desde que me dou por jogador sempre ficou claro que a Seleção era uma prioridade. Aqui no São Paulo não seria diferente, é o clube que amo, que me entrego todo dia. Um monte de gente pode falar, mas eles desconhecem [o contexto]. Não me alargo nesse aspecto, mas o São Paulo sabe do meu respeito. É normal. Torcedor me quer no clube, eu também quero. Mas quando é a chamada do país, a gente tem que atender. Mas enfim, agora estou de volta. [O ouro] É uma conquista especial, sem dúvida. Acho que é a maior da minha carreira, pelas circunstâncias” , disse.

Por fim, Daniel Alves também se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras nesta terça-feira, 10, no Morumbi, no primeiro confronto das quartas de final da Copa Libertadores da América. “Tem que perguntar ao Crespo, estou aqui. Vou para casa, deixar minhas coisas, dar um abraço nos meus e depois direto pra concentração. Eu vou estar à disposição, mas não escalo o time. Estou preparado para jogar, fazer o que sempre fiz até o momento, que é representar meus companheiros, o clube que eu amo e os torcedores que gostam de mim”, falou o atleta, que irá participar das atividades desta segunda no CT da Barra Funda.