Diretor do São Paulo crava permanência de Crespo e passa confiança a Volpi: ‘Nos salvou em várias ocasiões’

Após tirar o Tricolor da fila com a conquista do Paulistão, Crespo passou a ser pressionado por parte da torcida com a queda na Libertadores da América e o mau desempenho no Brasileirão

  • Por Jovem Pan
  • 16/09/2021 10h58
Foto: FERNANDO MORENO/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO Crespo observa o gramado do Mineirão antes de Atlético-MG x São Paulo

O diretor de futebol do São Paulo, Carlos Belmonte, concedeu entrevista coletiva na madrugada desta quinta-feira, 16, logo após a derrota para o Fortaleza, no Castelão, que decretou a eliminação do time nas quartas de final da Copa do Brasil. Questionado sobre a permanência de Hernán Crespo no comando do Tricolor, o dirigente novamente assegurou o argentino no cargo. “Eu estava e estou tranquilo com Hernán Crespo. Continuaremos com ele, não é um ano fácil, mas já sei o que conquistamos neste ano. O Casares não está aqui, mas todos da diretoria são transparentes e corajosos, e não temos medo de dizer que vamos continuar com Crespo. Não tínhamos medo de manhã e muito menos agora. O trabalho continua”, disse o mandatário, ao lado do técnico.

Mesmo após tirar o São Paulo da fila com a conquista do Paulistão, Crespo passou a ser pressionado por parte da torcida com a queda na Libertadores da América e o mau desempenho no Brasileirão – atualmente, a equipe é somente a 16ª colocada. Belmonte, no entanto, fez um balanço positivo da temporada. “É um ano difícil, de transição, conquistamos o Paulista, fizemos boas partidas na Libertadores, Copa do Brasil. Acredito que temos que continuar com o trabalho, com convicção. Um ano de transição, trabalhando a remodelagem do elenco. Basta a gente continuar acreditando e trabalhando. Hoje é uma dor forte, até difícil de falar neste momento. Temos a convicção de que o caminho é correto. Temos a expectativa de sair dessa situação no Brasileiro, buscar uma vaga, se possível, na Libertadores da próxima temporada, e ai sim fazermos o balanço e a preparação para o ano de 2022″, comentou.

Quem também passou a ser bastante criticado pelos torcedores são-paulinos foi Tiago Volpi, goleiro que voltou a falhar na derrota para o Fortaleza. De acordo com o dirigente, o arqueiro é de confiança e o time não precisa de mais ninguém para o setor. “Volpi é um goleiro que trabalha muito e já nos salvou em diversas oportunidades. Eu como dirigente não posso me render ao que falam, mas ao que vejo. Na temporada, no Paulistão, salvou a gente em varias ocasiões. Estamos satisfeitos com o Volpi e não estamos procurando goleiros. Estamos felizes também com Perri e Thiago Couto. Não estamos procurando goleiros, e os três da temporada são Volpi, Perri e Thiago Couto”, completou.