Fernando Diniz se revolta em entrevista após derrota do São Paulo para o Internacional

O treinador do Tricolor ficou extremamente incomodado com uma pergunta após a derrota por 5 a 1 para o Colorado; assista

  • Por Jovem Pan
  • 21/01/2021 10h22
Foto: FERNANDO ROBERTO/UAI FOTO/ESTADÃO CONTEÚDOFernando Diniz durante derrota do São Paulo para o Internacional

Fernando Diniz ficou completamente insatisfeito com uma pergunta após o São Paulo ser massacrado por 5 a 1 pelo Internacional em pleno Morumbi, na noite da última quarta-feira, 20, em confronto válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em entrevista coletiva, o treinador se irritou ao ser questionado sobre o motivo do Tricolor “querer vencer menos que os adversários” em momentos decisivos – com o resultado, a equipe perdeu a liderança justamente para o Colorado. Assista a resposta do técnico ao final da reportagem.

“A sua pergunta é bastante eloquente e cheia de razão. O São Paulo é um time que luta e trabalha muito. Em determinado momento, as coisas dão errado, como aconteceu hoje. É oportunista você falar assim com a boca tão cheia. É a primeira vez que eu te ouço falar com tanta propriedade assim. Mas é um time de homem, um time de luta, um time que trabalha e que não desiste. O futebol é um jogo. A gente está muito decepcionado, não vamos dormir e vamos lutar para sair disso. É assim que vamos fazer”, comentou Diniz em tom ríspido.

Na segunda posição do Brasileirão, o São Paulo agora tem dois pontos a menos que o Internacional e busca a reabilitação restando sete rodadas para o fim. Na coletiva, Diniz afirmou que é possível se reerguer e buscar o heptacampeonato. “Hoje a gente não mostrou amadurecimento, mas amanhã a gente tem que mostrar. É em momentos como esse que temos que buscar força para amadurecer. Espero que a gente aprenda com essa derrota pra voltar a vencer e dar o título pro torcedor, que é quem mais merece”, comentou.

O São Paulo volta a campo no próximo sábado, 23, quando recebe o Coritiba, novamente em seu estádio, em partida válida pela 32ª rodada. Para voltar à primeira posição, a equipe paulista precisa vencer e torcer para o Internacional perder para o Grêmio no Beira-Rio.