Por que Daniel Alves nunca vai para o banco? Fernando Diniz responde

Jogador tem sido contestado pela torcida por não render como o esperado nos últimos jogos do São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 18/01/2021 10h57 - Atualizado em 18/01/2021 10h58
JOKA MADRUGA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDODaniel Alves tem sido contestado nos últimos jogos do São Paulo

Daniel Alves tem sido contestado no atual momento do São Paulo. Contratado em 2019 para ajudar a equipe paulista a conquistar títulos, o lateral não tem rendido como o esperado pelo torcedor nos últimos jogos do Campeonato Brasileiro. Porém, nem todos acreditam que ele está em uma má fase. Em entrevista coletiva após o empate em 1 a 1 contra o Athletico Paranaense, na Arena da Baixada, neste domingo, 17, o treinador Fernando Diniz defendeu Daniel e disse que não vê o atleta jogando mal. “O treinador que está aqui não migra de acordo com os resultados, ao contrário, ele enxerga coisas muito positivas no Daniel como enxergo no [Gabriel] Sara. O Daniel contribui em vários aspectos e achei que ele merecia muito ficar no campo, em todos os jogos. Ele tem um peso muito grande, preocupa o adversário e é um jogador que pode definir o jogo a qualquer momento, é criativo. Ele joga para o coletivo. Depende da coletividade. Acho que no segundo tempo ele participou bem”, disse Diniz.

O treinador também se mostrou irritado ao comentar que não se deixa levar pela opinião da imprensa, que ‘só espera perder ou empatar’ para questionar o lateral. “Isso não quer dizer que ele nunca vai sair, mas ele é um cara que tem todas as características. Então não é por uma opinião de fora, porque a opinião de vocês [jornalistas] oscila muito. Há um tempo atrás quando o Daniel jogou um futebol abaixo era o mesmo assunto e toda a coletiva é o assunto Daniel Alves. Esperam a gente perder ou empatar para criar esse tipo de questionamento. Aí quando ele vem e joga muito … É um jogador de extrema importância, extrema capacidade e ajuda o time em várias questões”, finalizou.

Assista abaixo o trecho da coletiva de imprensa de Fernando Diniz: