Seleção brasileira olímpica tira 5 jogadores das oitavas da Libertadores da América

Com a final do futebol masculino das Olimpíadas de Tóquio marcada para o dia 8 de agosto, o quinteto só retornaria para disputar as partidas das quartas da Libertadores, agendadas para as semanas 11 e 18 de agosto

  • Por Jovem Pan
  • 17/06/2021 12h10 - Atualizado em 17/06/2021 17h23
Pedro H. Tesch/Estadão ConteúdoDaniel Alves durante partida do São Paulo contra o Internacional no Beira-Rio

André Jardine convocou à seleção olímpica para os Jogos de Tóquio, na manhã desta quinta-feira, 17, cinco jogadores que disputariam as oitavas de final da Copa Libertadores da América. Tratam-se de Gabriel Menino (Palmeiras), Daniel Alves (São Paulo), Pedro (Flamengo), Nino (Fluminense) e Guilherme Arana (Atlético-MG). Como os atletas que atuam no Brasil se apresentarão à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em 8 de julho, o quinteto não estará à disposição do mata-mata do torneio continental de clubes — as rodadas de ida e volta serão realizadas de 13 de julho a 22 de julho, respectivamente.

O Palmeiras, atual campeão da Libertadores, não contará com Gabriel Menino nos jogos diante da Universidad Católica (CHI). O Flamengo, por sua vez, terá que encarar o Defensa y Justicia (ARG) sem Pedro, um dos principais jogadores do time. Já o São Paulo, treinado por Hernán Crespo, ficará sem Daniel Alves, referência da equipe, nos embates contra o Racing (ARG). Titular na lateral esquerda do Atlético-MG, Guilherme Arana não estará em campo nos duelos contra o Boca Juniors (ARG). O Fluminense, por fim, não usará o zagueiro Nino contra o Cerro Porteño (PAR).

Com a final do futebol masculino da Olimpíada de Tóquio marcada para o dia 8 de agosto, os cinco atletas só retornariam para disputar as quartas da Libertadores, agendadas para as semanas 11 e 18 de agosto. Vale lembrar que Jardine teve dificuldades para montar a sua lista, já que os clubes não são obrigados a liberar seus atletas para a disputa dos Jogos. O Real Madrid, por exemplo, comunicou que não deixaria o atacante Rodrygo participar do evento que acontece no Japão. A mesma situação aconteceu com o volante Fernandinho, do Manchester City, que era cotado para assumir uma das três vagas de jogadores com mais de 24 anos.