Surto no Flamengo: clube anuncia mais dois casos de Covid-19; total chega a 9

A tendência é de que todos os infectados voltem do Equador ao Brasil isolados em um avião fretado pela diretoria rubro-negra

  • Por Jovem Pan
  • 22/09/2020 11h59
Flamengo/DivulgaçãoJogadores do Flamengo treinam para o jogo contra o Barcelona de Guayaquil, nesta terça-feira

O Flamengo anunciou nesta terça-feira, 22, que tem mais dois casos positivos de Covid-19 na delegação que está no Equador para o jogo contra o Barcelona de Guayaquil, nesta terça-feira, às 19h15 (de Brasília), pela 4ª rodada da Copa Libertadores da América. O médico Marcio Tannure e o ex-zagueiro Juan, que atualmente ocupa cargo diretivo no departamento de futebol, foram diagnosticado com a doença provocada pelo novo coronavírus. Ambos apresentaram sintomas na última segunda-feira e testaram positivo nas últimas horas.

Tannure e Juan se juntam agora aos sete jogadores que foram infectados e estão em quarentena. São eles: Diego Ribas, Bruno Henrique, Michael, Filipe Luís, Mauricio Isla, Matheuzinho e Vitinho. A tendência é de que todos voltem ao Brasil isolados em um avião fretado pelo clube. Deverá ser a mesma aeronave que leva João Lucas, Natan, Guilherme Bala e Rodrigo Muniz ao Equador para completar o elenco do Flamengo nesta terça.

Além dos problemas com os jogadores que testaram positivo, o técnico Domènec Torrent não poderá contar com outros desfalques importantes para a partida em Guayaquil. Estão lesionados: Diego Alves, Pedro Rocha e Gabriel. Está suspenso: o zagueiro Gustavo Henrique. Mesmo com todas as dificuldades, o jogo entre Barcelona e Flamengo acontecerá normalmente, às 19h15 desta terça-feira, no Equador.