Vice do Inter dispara contra arbitragem e ataca presidente do Flamengo: ‘Mentiu para mim’

João Patrício Hermann questionou a decisão do árbitro Raphael Claus em expulsar Rodinei, afirmou que o Colorado foi ‘surrupiado’ e ainda detonou Rodolfo Landim; assista

  • Por Jovem Pan
  • 22/02/2021 10h54 - Atualizado em 22/02/2021 14h51
Montagem sobre fotos/Reprodução/Internacional/Marcelo Cortes/THIAGO RIBEIRO/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDOO vice-presidente do Internacional acusou o presidente do Flamengo ter mentido

Vice-presidente do Internacional, João Patrício Hermann detonou a arbitragem de Raphael Claus na derrota por 2 a 1 diante do Flamengo, no último domingo, 21, no estádio do Maracanã, em confronto válido pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Em entrevista coletiva, o dirigente afirmou que o juiz não manteve o critério de outras decisões parecidas no lance em que expulsou o lateral direito Rodinei, quando o jogo estava empatado. Além disso, o mandatário reclamou de Rodolfo Landim, presidente do Rubro-Negro carioca, que teria garantido assentos mais perto do campo para os visitantes gaúchos.

“Quem estava no estádio, hoje, viu uma das maiores vergonhas dos últimos tempos. O Internacional foi surrupiado. O árbitro mudou o critério que ele vinha adotando nos últimos quatro ou cinco jogos. É uma vergonha a atuação do árbitro. Os jogadores do Flamengo disseram para os nossos jogadores… Eu vou nominá-los: Filipe Luís disse para o nosso jogador que não foi falta para cartão vermelho. No máximo, amarelo porque não foi intencional. Vamos à CBF para reclamar e ouvir o VAR, assim como vamos ficar mais atentos. Tivemos um sinal muito grande no jogo contra o Vasco da Gama. O presidente do clube chamou atenção do público e, novamente, fomos prejudicados de forma absurda. Nosso time foi guerreiro e corajoso. E o desespero de ver os dirigentes do Flamengo praticamente invadindo o campo. O desespero da comissão técnica, dirigente e jogadores do Flamengo em ir atrapalhar o VAR é uma vergonha. O Flamengo é grande e não precisa desse tipo de atitude. Sem contar que eles colocaram mais de 60 pessoas atrás do banco, nos colocando lá no fundo. O presidente Landim mentiu pra mim falando do local onde a gente ficaria. Então, esse é o ambiente. O Flamengo pode até tentar ser campeão, mas vai ser muito difícil. O campeonato não acabou ainda”, disse.

Com o resultado, o Flamengo pulou para a liderança do Campeonato Brasileiro, dependendo só de si para faturar o título na rodada derradeira, diante do São Paulo, no Morumbi. O Inter, por sua vez, terá que torcer para o Rubro-Negro tropeçar e ganhar do Corinthians, no Beira-Rio. Os dois jogos estão marcados para quinta-feira, 25.