Bárbara Domingos faz história, avança às finais no Mundial de Ginástica Rítmica e se garante em Paris 2024

Pela primeira vez uma brasileira se classificou à final da Copa do Mundo da modalidade; Babi avançou no individual e nas maças

  • Por Jovem Pan
  • 24/08/2023 17h01
Reprodução/ Ricardo Bufolin/ CBG Bárbara Domingos, ginástica ritmica Babi é a primeira atleta da ginástica brasileira a se garantir em Paris 2024

O Brasil continua fazendo história na Ginástica Rítmica. Depois de conquistar o ouro no conjunto na Copa do Mundo na Romênia, pouco mais de um mês, a modalidade celebrou nesta quinta-feira, 24, a inédita classificação de Bárbara Domingos à final do Mundial disputado em Valência, na Espanha, no individual (sábado) e também nas maças (ainda nesta quinta-feira), e a conquista de uma vaga aos Jogos Olímpicos de Paris com o 14º lugar no geral. Babi vinha da medalha de bronze na fita na Copa do Mundo da Romênia. Ela se tornou a primeira atleta da ginástica brasileira a se garantir em Paris-2024. Bárbara foi a oitava nas maças, com 31.700, garantindo a última vaga na final. Em primeiro lugar avançou a búlgara Stiliana Nikolova, com 34.450, seguida pela compatriota Boryana Keleyn, com 33.450. Fechando o pódio no classificatório, ficou a ucraniana Viktoriia Onopriienki, com 33.350.

Babi ainda se aproximou na decisão das fitas, terminando na 11ª colocação, com 30.700, apenas 0.300 da classificação à decisão. A eslovena Ekaterina Vedeneeva e a chinesa Zilu Wang garantiram as últimas vagas com 31.000. Na decisão do individual geral, as 18 melhores atletas se garantiram. Babi ficou no 14º lugar, com 94.500, e avançou, enquanto a compatriota Geovanna dos Santos também sonhou com uma das vagas. Ela acabou em 21ª, com 92.000 no total, somente 1.400 da classificação.

*Com informações do Estadão Contéudo

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.