Com vitória sobre Panamá, seleção brasileira segue invicta no Mundial de Futsal

Após goleada, o Brasil encerra a 1ª fase da competição com campanha perfeita; o time volta a jogar na próxima quinta-feira, mas ainda não se sabe qual será o adversário nas oitavas de final 
 

  • Por Jovem Pan
  • 19/09/2021 13h46 - Atualizado em 19/09/2021 13h47
Thais Magalhães / CBFA vitória deste domingo veio com gols de Rocha, Gadeia, Leozinho, Arthur e Piro; a seleção segue favorita e terá alguns dias para buscar um melhor aprimoramento

A seleção brasileira segue soberana no Mundial de Futsal disputado na Lituânia e avança com 100% de aproveitamento para a próxima fase da competição. Neste domingo, 19, a equipe goleou o Panamá por 5 a 1, na Klaipeda Arena, e segue para as oitavas de final no Grupo D somando três vitórias com placar elástico. Depois de fazer 9 a 1 no Vietnã e 4 a 0 na República Checa, os comandados de Marquinhos Xavier fecharam a fase de grupos com show diante dos panamenhos. São 18 gols anotados e somente dois sofridos. A vitória deste domingo veio com gols de Rocha, Gadeia, Leozinho, Arthur e Piro. O resultado custou a ser construído por causa de boas defesas de Peñaloza no começo do jogo. O Brasil ainda passou aperto em certos momentos. Do outro lado, o gol de honra do Panamá foi de Maquensi.

Rocha abriu o placar para a seleção brasileira aos 15 minutos do primeiro tempo, após o goleiro Guitta salvar duas oportunidades seguidas do Panamá. Antes do intervalo, Gadeia ampliou. Momentos antes de Leozinho marcar o terceiro gol, já na etapa final, os panamenhos chegaram a assustar algumas vezes. Até que, após chute de longe de Maquensi, o Panamá acabou fazendo seu gol. Mas o dia era mesmo da seleção brasileira, que transformou o triunfo em goleada com gols de Arthur e Piro. O Brasil volta a jogar na quinta-feira, às 14h, no horário de Brasília. O adversário das oitavas de final ainda está indefinido. Mas a seleção segue favorita e terá alguns dias para buscar um melhor aprimoramento, sobretudo para evitar que os oponentes cheguem tanto no gol de Guitta.

* Com Estadão Conteúdo