Domínio inglês, luta contra a Mercedes e chuva: confira os motivos para acompanhar o GP da Inglaterra

  • Por Jovem Pan
  • 14/07/2017 12h30 - Atualizado em 14/07/2017 12h59
Divulgação / F1 Fórmula 1 terá duas etapas em Silverstone, na Inglaterra

A Fórmula 1 desembarca neste final de semana no circuito de Silverstone para uma das mais tradicionais provas da categoria, o Grande Prêmio da Inglaterra. Para Lewis Hamilton, é a chance de voltar a vencer, mais uma vez diante dos seus conterrâneos. Já Sebastian Vettel quer mesmo é aumentar a vantagem na liderança, que atualmente é de 20 pontos sobre o inglês.

Quem também pode sonhar com um bom resultado é Valtteri Bottas, que vem embalado pela vitória no último final de semana na Áustria. Caso vença, o australiano pode encostar de vez na briga pela liderança.

Estes são apenas alguns dos ingredientes do GP da Inglaterra, no próximo domingo (13), com largada prevista para às 9h da manhã. Confira curiosidades e outros motivos para acompanhar a tradicional prova britânica:

Piloto de casa faz milagre sim…

Se alguém que se dá bem em Silverstone são os próprios ingleses. Ao longo dos 67 anos da prova, 24 provas foram vencidas por pilotos da casa. Além de ter a chance de aumentar a hegemonia britânica, Hamilton pode igualar dois recordes pertencentes ao escocês Jim Clark: o de vitórias neste GP (Lewis tem 4 e Jim 5) e de lideranças consecutivas (Hamilton é o atual tricampeão no país, enquanto o finado piloto venceu quatro vezes seguidas).

EFE

E equipes também!

Assim como os pilotos, as tradicionais equipes inglesas também possuem larga vantagem em casa. São 37 vitórias distribuídas para seis construtoras sediadas na Terra da Rainha. A mais vitoriosa equipe inglesa é a McLaren, com 14 lideranças. Mesmo assim, quem reina absoluta por ali é a Ferrari, que sozinha possui 16 conquistas.

Porém, já faz alguns anos que um engenheiro da escuderia italiana não garante o seu espaço no pódio. Caso Vettel ou Raikkonen ganhe no próximo domingo, será a primeira vitória da Ferrari em Silverstone desde 2011, com Fernando Alonso. Desde então, só deu Red Bull e Mercedes na pista britânica.

Vettel x Mercedes

Se até o GP do Azerbaijão, a disputa de Vettel era somente com Hamilton, desde o último final de semana que o alemão também tem Valtteri Bottas para irritá-lo. O piloto da Ferrari acredita piamente que o finlandês queimou a largada na Áustria. De fato, a reação de Bottas em apenas 0,208s foi impressionante, porém dentro das regras.

Valtteri Bottas tem cumprido bem o seu papel de “segundo piloto”, mas não tem decepcionado a Mercedes quando Hamilton não sobe ao pódio. O finlandês já venceu duas provas nesta temporada, desembarcou na Inglaterra liderando os dois treinos livres de sexta-feira (14) e não seria nenhuma surpresa se ele entrar na briga pelo topo da classificação.

EFE

 

Torça para ter chuva!

Se tem um ingrediente que pode deixar a prova da Inglaterra ainda mais surpreendente, este é a chuva. O mau tempo e a pista molhada são tão tradicionais quanto o próprio circuito de Silverstone, palco da primeira corrida da história da F1, e esteve presente em quase todas as provas dos últimos anos. Senna se consagrou como o “rei da chuva” também por conta das suas grandes atuações na pista. E para este domingo, os meteorologistas indicam 20% de chance de chuva no horário da prova. Se acontecer, a corrida promete!