NBA cria linha telefônica para que jogadores denunciem companheiros que furarem confinamento

Medida será implantada no resort onde toda a liga está confinada, e gerou divergências

  • Por Jovem Pan
  • 15/07/2020 17h35 - Atualizado em 15/07/2020 17h39
Reprodução/TwitterSpencer Dinwiddie, do Nets, se posicionou contra a linha telefônica

Os jogadores da NBA poderão denunciar anonimamente os companheiros que estiverem violando as regras internas da “bolha” montada no Walt Disney World Resort, em Orlando, nos Estados Unidos. Nesta quarta-feira, a liga anunciou a criação de uma linha telefônica exclusiva para a coleta dos relatos.

Segundo o site americano The Athletic, o número já recebeu várias denúncias. Alguns jogadores se posicionaram contra a medida, como Lou Williams, armador do Los Angeles Clippers, e Spencer Dinwiddie, do Brooklyn Nets, que chegou a pedir que ninguém acionasse a linha direta.

Recentemente, o brasileiro Bruno Caboclo, do Houston Rockets, foi um dos que descumpriu o protocolo de segurança da liga. Segundo informações da imprensa, ele deixou a “bolha” depois de chegar no confinamento.

Caso os jogadores não cumpram as regras impostas no protocolo de segurança, serão advertidos. Em caso de reincidência, receberão uma suspensão, e em uma possível terceira falta, o resultado será a expulsão do espaço e, por consequência, do restante da temporada.

* Com Estadão Conteúdo