Polícia prende suspeito de agressão contra líderes da Gaviões da Fiel

  • Por Jovem Pan
  • 02/04/2016 10h24
Palmeiras e Corinthians

 A Polícia afirma que integrante da torcida Mancha Verde, preso por tráfico, é suspeito de participar de espancamento de líderes da Gaviões da Fiel. Deivison Correia, de 26 anos, usou o carro da mãe dele para transportar outros dois colegas da organizada palmeirense em dois de março. Eles agrediram a pauladas o presidente da torcida corintiana, Rodrigo Fonseca, e o primeiro secretário, Cristiano Morais.

Os dirigentes da Gaviões da Fiel haviam acabado de deixar uma reunião no Fórum da Barra Funda com outras torcidas. Nesta sexta-feira (01/03), a polícia realizou busca e apreensão na casa de Correia para apurar o caso e encontrou drogas, instrumentos de precisão e dinheiro. Ele foi preso em flagrante por tráfico de drogas.

Margarete Barreto, titular da Delegacia de Repressão e Análise aos Delitos de Intolerância Desportiva, diz que o automóvel foi importante para a apuração: “As testemunhas deram a placa do carro dele, tem uma que reconheceu ele fotograficamente com 90% de certeza e as câmaras de monitoramento da CET dão conta que ele estava estacionando de fronte ao Walmart na hora do crime, inclusive ele foi multado em frente ao local do crime”.

A polícia fez também buscas na sede da Gaviões da Fiel porque suspeita que a torcida levou os bastões usados pelos palmeirenses na agressão. Foram encontrados três instrumentos de madeira e metal, mas não foi possível determinar se é o mesmo material procurado.

Reportagem: Tiago Muniz