Australiana ganha sétima medalha e iguala recorde de mulher mais vitoriosa em Olimpíadas

Emma McKeon conquistou dois pódios neste sábado, manhã do domingo no Japão, e voltará para a Oceania com quatro ouros e três bronzes

  • Por Jovem Pan
  • 01/08/2021 02h08
Emma McKeon/Instagram/ReproduçãoNadadora conseguiu sete medalhas para a Austrália e bateu recorde

A australiana Emma McKeon conquistou duas medalhas de ouro nas provas de 50m livres e revezamento de 4x100m da natação feminina na noite deste sábado, 31 – manhã do domingo, 1, no Japão – e se tornou a nadadora com maior número de vitórias da história dos Jogos, com quatro ouros e mais três bronzes. Além de ser a nadadora mais premiada, ela se tornou apenas a segunda mulher a subir ao pódio sete vezes em uma mesma Olimpíada na história. A primeira foi a ginasta russa Maria Gorokhovskaya, então competindo pela União Soviética, em 1952. Ao terminar a prova de 50m livre em 23s81, a australiana impôs o novo recorde olímpico da prova. A prata foi para a sueca Sarah Sjöeström, com 24s07, marcando forte superação da nadadora, que sofreu uma fratura no cotovelo direito a menos de seis meses da Olimpíada. O bronze foi para a dinamarquesa Pernille Blume, que era a atual campeã olímpica, com 24s21.

No revezamento 4x100m medley, Emma McKeon liderou a Austrália em busca do ouro, com o tempo de 3min51s60, outro recorde olímpico. As americanas levaram a prata, com 3min51s73, e as canadenses, o bronze, com 3min52s60. McKeon subiu ao lugar mais alto do pódio em Tóquio também nos 100m livre e no 4x100m livre. Foi bronze nos 100m borboleta, 4x200m livre e 4x100m medley misto. Ela soma ainda três medalhas no Rio-2016 – duas pratas e um bronze. Aos 27 anos, a australiana deve ter ao menos mais um ciclo olímpico no currículo. Além dela, o norte-americano Caeleb Dressel também conquistou dois ouros na manhã japonesa.

*Com informações do Estadão Conteúdo