Caio Souza perde pontos em queda e termina em 8º no salto

Em sua primeira participação nos Jogos Olímpicos, o ginasta falhou em seu segundo salto, caiu sentando do colchão e teve uma nota baixa, de apenas 12.900

  • Por Jovem Pan
  • 02/08/2021 07h51 - Atualizado em 02/08/2021 07h52
Ricardo Bufolin/CBGCaio Souza não conseguiu pegar medalha na final do salto nos Jogos de Tóquio

O Brasil não conseguiu trazer mais uma medalha na ginástica na manhã desta segunda-feira, 2. Depois de Arthur Zanetti ficar na oitava posição nas argolas e Rebeca Andrade ser a quinta colocada no solo, o estreante Caio Souza foi o último na final do salto. Em sua primeira participação nos Jogos Olímpicos, o ginasta até fez um belo primeiro salto, recebendo 14.466. No segundo, no entanto, ele falhou na conclusão, caiu sentando do colchão e teve uma nota baixa, de apenas 12.900. Assim, o brasileiro foi o oitavo, com média de 13.683. O ouro ficou com Shin Jeahwan, da Coreia do Sul, seguido do medalhista de prata Denis Abiazin, do Comitê Russo. Já o bronze foi para Artur Davtyan, da Armênia.

“A gente treina muito para poder estar no primeiro lugar, mas só tem três lugares no pódio. Estou feliz com a minha participação olímpica. Estou entre os oito melhores do salto. Foi uma vitória porque machuquei meu pé durante o torneio, e era uma incógnita eu estar aqui. Preciso agradecer aos médicos do COB, aos fisioterapeutas. A gente sempre compete no sacrifício. Óbvio, queria estar no pódio, mas estou feliz com a minha primeira Olimpíadas”, disse Caio Souza, que enalteceu as conquistas da companheira Rebeca Andrade. “O que falar da Rebeca? Ela mostrou todo o potencial. Ela sempre teve, mas sofria lesões. Agora, conseguiu competir nos 100% dela. Ela entrou para a história! Primeira a ganhar duas medalhas numa edição. O trabalho dela é o trabalho da ginástica brasileira”, arrematou.