Paralimpíada: China entra com recurso e brasileiro perde a medalha de ouro no arremesso de peso

Thiago Paulino tinha lançado para 15.10m na prova da manhã desta sexta-feira, superando o recorde paralímpico do chinês Guoshan Wu

  • Por Jovem Pan
  • 03/09/2021 22h13 - Atualizado em 04/09/2021 01h57
Takuma Matsushita/CPB.Thiago Paulino levou o ouro na manhã desta sexta-feira

O brasileiro Thiago Paulino, do arremesso de peso classe F57, perdeu sua medalha de ouro 12 horas depois de conquistá-la nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. Isso porque a China entrou com um recurso contra os lançamentos do atleta e duas de suas tentativas foram invalidadas. Dessa forma, ele perdeu o ouro e acabou ficando com o terceiro lugar, o bronze. De acordo com o blog ‘Olimpíada Todo Dia’, o recurso chinês conseguiu a anulação dos arremessos de Thiago que passaram de 15 metros. Sendo assim, sua melhor marca foi 14.77 metros, a terceira da prova. O chinês Guoshan Wu ficou com o ouro tendo batido 15 m, e a prata foi para o brasileiro Marco Aurélio Borges, com 14.85 metros. Thiago tinha feito 15.10 metros, quebrando o recorde do chinês.

O Comitê Paralímpico Brasileiro tentou recorrer da decisão, mas não foi possível. Segundo comunicado da CPB, não houve apresentação de provas que comprovassem que houve irregularidades na prova de Thiago. “Ficam nosso protesto e indignação por essa decisão absurda”, disse o Comitê. No pódio, Thiago protestou e chegou a ficar por um tempo no local de ouro. Ele e o chinês Wu também trocaram algumas provocações na entrega das medalhas.