Quatro medalhas nas piscinas, vitória no goalball e derrotas no tênis de mesa: veja o resumo do 1º dia das Paralimpíadas

Quem também estreou bem foi o time masculino de goalball, que bateu a Lituânia, atual campeã olímpica, por 11 a 2, com direito a show de Romário; Brasil é o sétimo no quadro de medalhas

  • Por Jovem Pan
  • 25/08/2021 12h14 - Atualizado em 25/08/2021 17h44
Reprodução/Twitter/@ParalympicsDaniel Dias ganhou sua 25ª medalha paralímpica na Tóquio-2020

O Brasil começou as Paralimpíadas de Tóquio-2020 com o pé direito. Logo no primeiro dia do evento, o país subiu ao pódio quatro vezes, sendo todas na natação. Foram um ouro (Gabriel Bandeira), uma prata (Gabriel Araújo) e dois bronzes (Phelipe Rodrigues e Daniel Dias), todos conquistados no Centro Aquático da capital japonesa. Com os resultados, a delegação brasileira terminou esta quarta-feira, 25, na sétima posição do quadro de medalhas. A Austrália lidera, seguida de China, Comitê Paralímpico Russo, Itália, Ucrânia e Grã Bretanha. Vale lembrar que o objetivo do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) é terminar a competição dentro do top 10.

Quem também estreou bem foi o time masculino de goalball, que bateu a Lituânia, atual campeã olímpica, por 11 a 2, com direito a show de Romário. A seleção feminina do esporte, por outro lado, acabou sendo derrotada pelos Estados Unidos por 6 a 4, em partida bastante disputada. Quem também se deu mal foi a equipe de tênis de mesa. Das sete partidas disputadas, o Brasil perdeu cinco, ganhando apenas com David Andrade de Freitas e Catia Christina Oliveira da Silva – todos os duelos foram válidos pela fase de grupos. Outros resultados negativos aconteceram na esgrima em cadeira de rodas, onde Mônica Santos e Vanderson Chaves foram eliminados na primeira fase no sabre. Já no ciclismo, Ana Raquel Lins acabou ficando com a nona colocação na disputa da perseguição individual da classe C5 3000m.