Rebeca Andrade brilha, leva ouro no salto e recebe segunda medalha nas Olimpíadas de Tóquio

A brasileira demonstrou toda sua habilidade ao fazer movimentos difíceis, ganhar duas notas altas (15.166 e 15.000) e fechar a prova com uma média de 15.083

  • Por Jovem Pan
  • 01/08/2021 06h30 - Atualizado em 01/08/2021 13h10
Gaspar Nóbrega/COBRebeca Andrade durante a final do salto nos Jogos de Tóquio

Rebeca Andrade ganhou a sua segunda medalha nas Olimpíadas de Tóquio na manhã deste domingo, 1º, ao ficar com o ouro no salto da ginástica. Prata no individual geral, a brasileira demonstrou toda sua habilidade ao fazer movimentos difíceis, receber duas notas altas (15.166 e 15.000) e fechar a prova com uma média de 15.083. Terceira a participar da final, a ginasta viu a sua principal concorrente, a norte-americana Jade Carey, falhar na conclusão. Assim, ela só acompanhou as outras esportistas tentarem, mas não conseguirem tirar a sua primeira colocação.

Destaque da ginástica brasileira, Rebeca Andrade virou a favorita da final do salto depois da desistência da estadunidense Simone Biles, que deixou a prova para cuidar de sua saúde mental. Depois de fazer uma boa classificatória e ter uma nota 15.300 no individual geral, ela não decepcionou na decisão, ficando bem à frente das concorrentes – MyKyla Skinner, dos Estados Unidos, foi prata com 14.966, enquanto Yeo Hong-Chul, da Coreia do Sul, foi bronze com 14.733. As duas conquistas mostram o poder de recuperação da atleta de 22 anos, que, em meados de 2019, rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho pela terceira vez em quatro anos.

Vale lembrar que Rebeca ainda está na final do solo, onde pode igualar Isaquias Queiroz como únicos a faturar três medalhas olímpicas em uma só edição – no caso do canoísta, ele brilhou na Rio-2016. A paulista, agora, conquista a segunda medalha de ouro para o Time Brasil nos Jogos de Tóquio. A primeira foi obtida por Ítalo Ferreira, do surfe, esporte estreante nas Olimpíadas. Além disso, o país já faturou três pratas, com a própria ginasta, além de Kelvin Hoefler e Rayssa Leal, ambos do skate street. Mayra Aguiar e Daniel Cargnin, do judô, Fernando Scheffer e Bruno Fratus, da natação, e Luisa Stefani/Laura Pigossi, do tênis, foram bronze.

Confira AQUI o quadro de medalhas em tempo real