Após acusações de racismo, Inep altera gabarito do Enem 2020

Respostas de questões foram alteradas nos gabaritos disponibilizados pela autarquia, que disse ter identificado uma “inconsistência no material” disponibilizado anteriormente

  • Por Jovem Pan
  • 28/01/2021 15h52
ADAILTON DAMASCENO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOQuestões que foram alvo de acusações de racismo estavam na prova de linguagens, aplicada no primeiro dia do Enem 2020

Um dia depois de serem publicados, os gabaritos da versão impressa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 foram alterados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). As respostas foram corrigidas depois que a autarquia recebeu acusações de racismo em duas questões da prova de linguagens, aplicadas no dia 17 de janeiro de 2021.  No portal do Inep, os participantes recebem um aviso de que os gabaritos dos cadernos do primeiro dia foram atualizados às 13h desta quinta-feira, 28. Confira reclamações de participantes que prestaram o Enem e se revoltaram com as respostas originais:

A primeira questão que foi alvo de acusações racistas estava na sessão destinada ao inglês. Nela, segundo o gabarito original, uma mulher negra que se recusava a alisar o cabelo estava mostrando “uma postura de imaturidade” (alternativa “D” da questão). Após a atualização, a alternativa correta passou a ser a “C”, que dizia que o gesto era “uma atitude de resistência”. A segunda questão que foi criticada dizia que, ao digitar nomes comuns entre negros, o Google oferecia 25% mais anúncios de checagem de antecedentes criminais em relação às pessoas brancas. No gabarito original, o Inep dizia que isso acontecia por conta a relação da tecnologia com a “linguagem” (alternativa “C”). Depois da correção, o gabarito informou que a resposta correta era a alternativa “D”, que apontava o “preconceito” como causa da situação.

Em nota enviada à Jovem Pan, o Inep disse que, após a publicação original dos gabaritos, foi identificada uma “inconsistência no material”. Em seguida, a autarquia explicou que uma alteração feita no gabarito após o retorno do material para o Inep não havia sido “salva no banco de dados”, e que, por isso, a área técnica atuou na revisão do gabarito. O comunicado reforça que a nova versão do gabarito, com as respostas atualizadas e corrigidas está disponível no portal do Inep. Nos próximos domingos, 31 de janeiro e 7 de fevereiro, irá acontecer a aplicação da versão digital do Enem 2020, enquanto que a reaplicação das provas está prevista para os dias 23 e 24 de fevereiro.