Avião com doses adquiridas pelo consórcio global Covax Facility chega ao Brasil

Ministério da Saúde recebeu 1,02 milhão de doses do imunizante de Oxford; remessa chegou ao Aeroporto Internacional de Guarulhos por volta das 17h30

  • Por Jovem Pan
  • 21/03/2021 18h52 - Atualizado em 21/03/2021 21h23
EFE/EPA/OXFORD UNIVERSITYAs doses da vacina da AstraZeneca que chegaram ao Brasil foram produzidas na Coreia do Sul

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, informou que a primeira remessa das vacinas adquiridas por meio do consórcio global Covax Facility, iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) para garantir a proteção contra o novo coronavírus às nações mais pobres do mundo, chegou ao Brasil neste domingo, 21. Assim como anunciado pelo Ministério da Saúde, chegaram ao país 1.022.400 de doses do imunizante desenvolvido pela AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. As doses foram produzidas na Coreia do Sul e chegaram no Aeroporto Internacional de Guarulhos por volta das 17h30. “Acaba de chegar ao Brasil a primeira remessa de vacinas adquiridas por meio do consórcio global Covax Facility. Mais 1,9 milhão de doses devem ser liberadas até o final do mês”, comemorou o ministro. O cronograma prevê que mais 1,9 milhão de doses cheguem ao Brasil até o final do mês de março e outras 6,1 milhões até maio. Segundo a pasta, o acordo com o consórcio é de 42,5 milhões de doses para 2021.