Baixada Santista não vai aderir à fase vermelha do Plano SP; praias serão fechadas na virada de ano

Segundo os prefeitos, as cidades não tiveram tempo para adequarem equipes e estruturas ao cumprimento de regras mais rígidas

  • Por Jovem Pan
  • 23/12/2020 16h56 - Atualizado em 23/12/2020 17h27
MARCO SILVA/WPP/ESTADÃO CONTEÚDO - 20/12/2020Praias da Baixada Santista serão fechadas durante a virada de ano entre os dias 31 deste mês e 1º de janeiro

Os prefeitos das cidades que compõem a Baixada Santista anunciaram nesta quarta-feira, 23, que irão manter a região na fase amarela do Plano São Paulo. Na terça-feira, 22, o Centro de Contingência no Palácio dos Bandeirantes declarou que todo o estado de São Paulo irá regredir para a fase vermelha, a mais restrita do plano, entre o Natal e o Ano-Novo para evitar a disseminação do novo coronavírus. “A razão é a falta de tempo para as prefeituras adequarem equipes e estruturas ao cumprimento de regras mais rígidas, já que o anúncio do governo estadual ocorreu somente última terça-feira”, justifica a prefeitura de Santos. As praias, no entanto, serão fechadas durante a virada de ano entre os dias 31 deste mês e 1º de janeiro. Os prefeitos irão solicitar ajuda da Polícia Militar para aplicação da medida, que foi decidida durante reunião do Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb). “O objetivo é desestimular a vinda de turistas, evitando aglomerações de pessoas e um aumento dos contágios pelo novo coronavírus”, diz nota da prefeitura de Santos.

Na região, o funcionamento do comércio continua limitado a 12 horas diárias e a 40% da capacidade de público. Durante a fase vermelha, apenas serviços essenciais poderiam continuar abertos. O Condesb também decidiu pela proibição de vans e ônibus de turismo e pela instalação de barreiras sanitárias nas entradas das cidades para inibir vinda de turistas. “Neste sentido, também será solicitado à Artesp que seja cancelada a ‘operação descida’ no Sistema Anchieta imigrantes (SAI) durante os períodos de festas. Outro pedido é que o governo estadual produza um vídeo institucional para desestímulo a viagens neste fim de ano”, acrescenta a nota. A Operação Descida destina quatro faixas da Anchieta para o sentido da Baixada Santista e três faixas da rodovia dos Imigrantes para quem volta para São Paulo, visando facilitar a ida até o litoral paulista.