Bolsonaro testa novamente positivo para Covid-19

O presidente fez o novo teste na terça-feira (21) e esperava o resultado negativo para retomar os trabalhos presenciais

  • Por Jovem Pan
  • 22/07/2020 08h42 - Atualizado em 22/07/2020 08h46
Mateus Bonomi/Estadão ConteúdoAlém de Bolsonaro o ministro da Educação, Milton Ribeiro, e Onyx Lorenzoni, titular da pasta da Cidadania, também testaram positivo para o coronavírus recentemente

O presidente da República, Jair Bolsonaro, testou novamente positivo para a Covid-19. O novo exame, que teve resultado divulgado nesta quarta-feira (22), é o terceiro feito pelo chefe do Executivo desde que teve resultado positivo para a doença, em 7 de julho. A informação foi divulgada em nota pela Secretaria Especial de Comunicação Social. “O presidente Jair Bolsonaro segue em boa evolução de saúde, sendo acompanhado pela equipe médica da Presidência da República. O teste realizado pelo presidente no dia de ontem [terça-feira], apresentou resultado positivo”, fiz o comunicado.

Bolsonaro fez o novo exame na terça-feira (21) e esperava o resultado negativo para retomar os trabalhos presenciais Palácio do Planalto. Desde que teve resultado positivo para a Covid-19, o presidente segue em isolamento social no Palácio da Alvorada. Em conversa com apoiadores, o ele chegou a afirmar que, em caso de resultado negativo, ele voltaria à normalidade e faria uma viagem na sexta-feira (24) para o Piauí.

Além de Bolsonaro o ministro da Educação, Milton Ribeiro, e Onyx Lorenzoni, titular da pasta da Cidadania, também testaram positivo para o coronavírus recentemente. Lorenzoni chegou a afirmar em uma rede social que, assim como o presidente, estava “seguindo o protocolo de azitromicina, ivermectina e cloroquina” e já sentia os “efeitos positivos” do tratamento. Anteriormente, o presidente havia afirmado a apoiadores que os ministros passavam bem após tomar a cloroquina, medicamento amplamente defendido pelo presidente para combater os sintomas da doença.

Além de Milton Ribeiro e Onyx Lorenzoni, os ministros Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Bento Albuquerque (Minas e Energia) também já diagnosticaram positivo para a Covid-19. O secretário de Comunicação, Fábio Wajngarten, a advogada de Bolsonaro, Karina Kufa, e o assessor internacional da Presidência, Filipe Martins também estão entre as pessoas próximas ao presidente que testaram positivo para a doença.