Bolsonaro volta ao cargo na quinta ‘mesmo do hospital’, diz porta-voz

  • Por Jovem Pan
  • 10/09/2019 11h44
Carolina Antunes/PRUm escritório foi montado para o presidente dentro do hospital

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) voltará ao cargo, ocupado desde o último domingo (8) interinamente pelo vice-presidente, general Hamilton Mourão, na próxima quinta-feira (12). De acordo com o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, Bolsonaro vai voltar ao comando do país “mesmo do hospital”.

“O presidente, a partir de quinta-feira, estará novamente exercendo o cargo de chefe do Poder Executivo e estará em condições de liderar o País, mesmo daqui do hospital”, declarou Barros em coletiva de imprensa no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, onde Bolsonaro se recupera de uma cirurgia para correção de uma hérnia incisional.

Ainda na segunda-feira (9), um dia depois da operação, o presidente postou postou um vídeo em suas redes sociais dizendo que está de folga, mas que queria “voltar ao batente”.  Na data, Barros, ressaltou, no entanto, que Mourão, ficaria interinamente no cargo até quinta-feira (12).

Boletim

Segundo o último boletim médico, divulgado na manhã de hoje Bolsonaro encontra-se “disposto” e em “contínua melhora”. Apesar disso, permanecerá com dieta líquida à base de chá, gelatina, água e caldo ralo e com visitas  restritas.

Durante a coletiva, o diretor-médico do Hospital Vila Nova Star, Antônio Antonietto disse que não há pressa para que o presidente volte com a alimentação normal. “Está completamente dentro do previsto. Por enquanto mantém a dieta líquida, que é o melhor neste momento”, afirmou. Ele também disse que Bolsonaro será submetido a medidas de prevenção de trombose venosa profunda, e que o procedimento é protocolar e comum.

As caminhadas também continuarão acontecendo e fazem parte da fisioterapia motora autorizada na segunda pelos médicos, Hoje, o presidente também tomou banho de chuveiro pela primeira vez desde que está internado.

Família

Segundo o porta-voz, a primeira-dama Michelle Bolsonaro e o vereador Carlos Bolsonaro (PSC), do Rio, filho do presidente, estão em São Paulo como acompanhantes e dormem no hospital. Já o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) fazem visitas ao pai.

*Com Estadão Conteúdo