Brasília investiga caso suspeito da variante ômicron

Paciente é um homem que veio da África do Sul, vacinado com três doses; ele está assintomático e em isolamento domiciliar

  • Por Jovem Pan
  • 30/11/2021 14h47 - Atualizado em 30/11/2021 16h39
EFE/EPA/RONALD WITTEKPaciente testou positivo para Covid-19 e está em isolamento

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou nesta terça-feira, 30, que está monitorando um caso suspeito da variante ômicron. O paciente veio da África do Sul para o aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, no dia 27 de novembro. Depois disso, seguiu para Brasília. Ele testou positivo para a Covid-19 no dia 29, mas a pasta ainda apura se trata-se ou não da nova cepa. A Secretaria informou que já iniciou as análises para sequenciamento genético e que o prazo de conclusão é de quatro dias. O viajante é um homem entre 40 e 49 anos de idade que recebeu as três doses da vacina. Ele está assintomático e em isolamento domiciliar. Segundo a Secretaria, o voo é o mesmo em que estava o outra pessoa que testou positivo para Covid-19, identificada em São Paulo. A Secretaria de Saúde da capital também ainda não confirmou se o caso é ou não da variante ômicron. Outra paciente também é monitorada em Belo Horizonte, em Minas Gerais. A brasileira testou positivo para Covid-19 após uma viagem para o Congo, na África, passou pela Turquia, desembarcou em São Paulo e seguiu para a capital mineira. Segundo a prefeitura de BH, ela não foi vacinada contra a doença.