Cidade em Goiás identifica dois casos da variante Ômicron

Casos são de mulheres de 20 e 46 anos que tiveram contato com missionários que estiveram em Luanda, capital de Angola

  • Por Jovem Pan
  • 12/12/2021 14h58 - Atualizado em 12/12/2021 17h06
Reprodução / Faculdade de Medicina da Universidade de Hong Kong Primeira imagem por microscópio da variante Ômicron Brasil chega a dez casos confirmados da variante ômicron

A cidade de Aparecida de Goiânia, em Goiás, identificou dois casos da variante Ômicron entre pessoas que não viajaram ao exterior, mas teriam tido contato com missionários que estiveram em Luanda, capital de Angola. Segundo Gustavo Mendanha (MDB), prefeito do município, são duas mulheres, uma de 46 anos e a outra de 20, que estão bem e em isolamento. A Secretaria da Saúde de Goiás confirmou os casos e informou que outros dois estão em avaliação na cidade de Valparaíso de Goiás. Os missionários teriam desembarcado no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, em 3 de dezembro, antes de seguir viagem para a cidade goiana, onde ficaram até 5 de dezembro; o teste RT-PCR apresentado no desembarque apontava negativo para o coronavírus. Os testes positivos das duas infectadas teriam saído nos dias 8 e 9 de dezembro.

A variante Ômicron foi detectada pela primeira vez na África do Sul, mas já se espalhou pelos outros continentes – ao menos 57 países já detectaram casos. Ela contém diversas mutações em relação ao vírus original e mesmo em relação às outras variantes que haviam surgido, o que levanta temores de que seja mais transmissível. No Brasil, oito casos já haviam sido detectados, sendo dois no Distrito Federal, dois no Rio Grande do Sul e quatro em São Paulo – um dos casos de SP foi de uma pessoa que não esteve no exterior, enquanto todos os outros foram ‘importados’.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Gustavo Mendanha (@gustavommendanha)