Cidade de São Paulo tem queda de 90% nas internações por Covid-19

Em comparação com o período mais crítico da pandemia, registrado no primeiro semestre, o município chegou a receber 10 mil internações em 3 semanas

  • Por Jovem Pan
  • 16/10/2021 16h01 - Atualizado em 16/10/2021 18h08
MISTER SHADOW/ASI/ESTADÃO CONTEÚDOEntre os dias 8 e 28 de setembro, foram internados na capital paulista 1.082 pacientes maiores de 18 anos

A cidade de São Paulo registrou uma queda de 90% nas internações por Covid-19 em relação ao pico da pandemia, segundo levantamento realizado entre os dias 8 e 28 de setembro pela Secretaria Municipal da Saúde. No período, 1.082 pacientes com mais de 18 anos ingressaram na rede municipal e precisaram de internação, sendo que 261 não estavam vacinados. Entre os menores de idade, 105 pessoas deram entrada em hospitais municipais, todas sem o esquema vacinal completo, totalizando 1.187 internações. Em comparação com o período mais crítico da pandemia, registrado no primeiro semestre, a cidade chegou a receber 10 mil internações em decorrência do novo coronavírus em 3 semanas. A pasta atribui os bons números ao avanço da vacinação na capital paulista. “O empenho de todos os profissionais de Saúde que não mediram esforços para o acolhimento e tratamento dos pacientes e a adesão da população à vacina contribuíram para esse resultado”, afirmou o secretário Edson Aparecido.

A maioria das internações se concentra em pacientes acima de 40 anos, com maior incidência nos maiores de 60 anos. A secretaria ainda aponta que nos casos em que os pacientes precisaram ir para a UTI, foi possível verificar uma menor incidência de intubações. Segundo o secretário-adjunto do órgão municipal, esses dados reforçam a importância da terceira dose da vacina neste público. “Isso reforça o planejamento da dose adicional para os maiores de 60 anos e a manutenção das medidas preventivas, com o uso de máscaras e a importância de uma boa higiene pessoal, com lavagem frequente das mãos e uso do álcool em gel”, disse Zamarco.