Coordenador do Fórum Brasileiro de Mudança do Clima se demite em meio à COP 26

Oswaldo dos Santos Lucon ocupava o cargo desde maio de 2019 e saiu por considerar que não exerceu bem a função

  • Por Jovem Pan
  • 02/11/2021 19h54
Jonne Roriz / EFE / EPA Salão da COP26 em Glasgow Conferência do Clima de Glasgow, onde boa parte dos líderes mundiais discutem soluções para a mudança climática

O coordenador-executivo do Fórum Brasileiro de Mudança do Clima, Oswaldo dos Santos Lucon, pediu exoneração em meio às negociações da COP 26, a Conferência do Clima das Nações Unidas de Glasgow. Lucon foi nomeado para o cargo em 9 de maio de 2019 pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e substituiu Alfredo Syrkis, militante ambientalista. A função do Fórum é assessorar o Presidente da República nas discussões sobre o tema e é um dos “instrumentos institucionais” para a Política Nacional de Mudança do Clima. Lucon está em Glasgow, mas como observador da ONU e membro do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês), órgão internacional que promove pesquisas sobre as mudanças climáticas e cujas informações balizam as discussões sobre o aquecimento global. Ele disse que pediu a exoneração por ‘não ter atingido os objetivos do Fórum e que outra pessoa poderia ocupar melhor a função’. Após a Conferência, seguirá como funcionário público de carreira do governo do Estado de São Paulo.