Covid-19: São Paulo soma 9.847 casos em 24 horas e ultrapassa os 721 mil

Óbitos no estado estão em 27.591, enquanto outras 5.285 pessoas seguem internadas na capital, interior e Grande São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 19/08/2020 14h57
SUAMY BEYDOUN/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDOCasos de Covid-19 passam de 720 no estado de São Paulo

O estado de São Paulo chegou nesta quarta-feira, 19, à marca de 721.377 casos de Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus. Somente nas últimas 24 horas, foram contabilizadas 9.847 novos casos e 276 mortes, totalizando 27.591 óbitos. Há 5.285 pessoas internadas em todo o estado em unidades de terapia intensiva (UTI) em casos suspeitos ou confirmados do novo coronavírus, além de 7.037 em enfermaria. A taxa de ocupação de leitos de UTI no estado está em 57,2% e, na Grande São Paulo, em 55,2%. Do total de casos diagnosticados no estado, 524.727 pessoas estão recuperadas, sendo 82.389 delas após internação.

Uma informação divulgada pelo diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, nesta quarta-feira informa que pessoas que já foram contaminadas pelo novo coronavírus podem não fazer parte da campanha de imunização, quando a mesma for iniciada no estado. “Até pode vacinar [quem já teve Covid-19], não necessariamente necessita. Num primeiro momento [de vacinação], aqueles que não tiveram a infecção e, num segundo momento, aqueles que tiveram. Vamos acompanhar. Obviamente o indivíduo que já teve a infecção tem uma proteção natural, existe uma certa dúvida de isso é protetor, por quanto tempo, mas já existe essa proteção”, afirmou Covas.

Flexibilização do comércio

O governo do Estado de São Paulo anunciou nesta quarta-feira a ampliação do horário de funcionamento de comércios e serviços de 6 horas para 8 horas nas regiões em que os estabelecimentos já estão autorizados a reabrir pela Fase 3 – Amarela do Plano São Paulo. Os empresários vão poder escolher se adotam uma jornada contínua ou fracionada, além de decidir qual o melhor turno para a sua atividade. A medida já era válida para bares restaurantes, mas agora passa a valer para os demais setores. O decreto será publicado na quinta (20) e passa a valer a partir da sexta-feira (21).

*Com Agência Brasil