Desmatamento na Amazônia aumenta 21,97% e atinge maior área dos últimos 15 anos, diz Inpe

Entre agosto de 2020 e julho de 2021 foram desmatados 13.235 quilômetros quadrados de floresta

  • Por Jovem Pan
  • 18/11/2021 20h33 - Atualizado em 18/11/2021 20h34
REUTERS/Bruno Kelly Floresta Amazônica vista de cima Amazônia teve maior área desmatada dos últimos 15 anos

O desmatamento na Amazônia aumentou 21,97% entre agosto de 2020 e julho de 2021, segundo pesquisa divulgada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) nesta quinta-feira, 18. Foram desmatados 13.235 quilômetros quadrados de floresta, maior área dos últimos 15 anos. Em 2020, a área foi de 10.851 km quadrados, segundo estimativa do Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite (Prodes). O mapeamento de 2021 foi feito a partir da análise de 106 cenas prioritárias de todos os Estados da região. O Pará foi o Estado em que mais houve devastação, representando 5.257 km², em seguida do Amazonas, Mato Grosso e Rondônia. As quatro regiões juntas correspondem a 87,25% do desmatamento estimado. Durante coletiva de imprensa nesta quinta, o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, afirmou que os números representam “um desafio”. “Teremos que ser mais contundentes em relação a estes crimes. E com certeza seremos, ampliaremos a atuação”, afirmou.