Erupção do vulcão Cumbre Vieja completa dois meses com prejuízo superior a meio bilhão de euros

Governo das Ilhas Canárias tem direito a pleitear auxílio financeiro da União Europeia para lidar com problemas financeiros causados à região

  • Por Jovem Pan
  • 18/11/2021 17h24
Miguel Calero / EFEVulcão completa dois meses de erupção nesta sexta-feira

A erupção do vulcão Cumbre Vieja, localizado em La Palma, nas Ilhas Canárias, na Espanha, completará dois meses nesta sexta-feira, 18, gerando um prejuízo de entre € 550 milhões e € 700 milhões (valores que variam entre R$ 3,41 bilhões e R$ 4,35 bilhões). A informação foi dada nesta quinta-feira, 18, pelo presidente das Ilhas Canárias, Ángel Víctor Torres. O político participou de uma conferência organizada pela União Europeia e afirmou que, para que La Palma possa receber os fundos de solidariedade do bloco comunitário, são necessários danos estimados acima do valor de 1% do PIB, que seriam 430 milhões de euros (R$ 2,67 bilhões). Dessa forma, as Ilhas Canárias estão aptas a pleitear o auxílio. Víctor Torres afirmou durante a conferência que pretende que os fundos europeus de solidariedade destinados à ilha de La Palma “sejam os mínimos possíveis” e disse que o recebimento de € 500 milhões (R$ 3,1 bilhões) que são destinados pela União Europeia a “tragédias” não precisa ser repassado integralmente à nação.